Avaí deve usar cinco rodadas da Série A como laboratório para 2020

Atualizado

O Avaí formalizou, nesta segunda-feira (18), seu rebaixamento à Série B do campeonato nacional. Ainda que fosse uma condição, já há algumas rodadas, irreversível, o clube, por meio de seus integrantes em todas as esferas, evitava falar na condição e na possibilidade da segundona.

Sassá tenta passar por Igor Fernandes; empate em 0 a 0 selou a queda do Avaí. Foto: Mourão Panda/Estadão Conteúdo

Agora matematicamente rebaixado, o Leão da Ilha oficializa sua postura de agir, daqui até o final do ano, olhando para 2020.

Leia também

Conforme adiantado pelo gerente de futebol, Marquinhos Santos e o coordenador de futebol, Diogo Fernandes, o clube já mapeia atletas “com cara do Avaí” que possam formar a equipe que ambos prometem ser “muito forte”.

Marquinhos Santos foi além: revelou que o plano do Avaí em 2020 é disputar títulos e traçou a taça da Série B como o grande objetivo da temporada.

Laboratório até o final do ano

Em entrevista concedida após o empate em 0 a 0 com o Cruzeiro, no estádio Mineirão, o técnico Evando Camillato valorizou o uso do clube em relação a base do Avaí.

Questionado sobre o que pode pesar e pautar as escalações para as cinco rodadas restantes da competição, o técnico “desconversou” ao revelar que o time vai com o que, diante das respectivas partidas, tiver de melhor.

O ND+ levantou o número de atletas utilizados no Avaí pelos técnicos Geninho, Alberto Valentim e Evando Camillato que, ao longo dos 33 jogos, utilizaram 40 atletas. Dez deles são oriundos das categorias de base.

A fórmula, conforme adiantado por Marquinhos Santos na entrevista da última semana, deve ser mantida no Sul da Ilha.

Reapresentação na quarta-feira

O grupo de jogadores do Avaí, após folga geral nesta terça, se reapresenta quarta para dar início a preparação frente ao clássico contra a Chapecoense, marcado para domingo, às 19h.

O jogo marca o reencontro entre os catarinenses que, no mesmo palco do duelo agendado para domingo, fizeram a final do estadual 2019. Na ocasião, após empate em 1 a 1 no tempo normal, o Avaí levou a taça nos pênaltis.

O roteiro pode assumir um tom dramático uma vez que a Chapecoense, em situação desesperadora na tabela, pode carimbar sua queda à Segundona.

Futebol