Escudo: Avaí
AVA Avaí
Escudo: Vasco
VAS Vasco
Estádio da Ressacada - 10/10/2019 às 19h15

Avaí empata sem gols com o Vasco da Gama e aumenta seu jejum na Série A

O Avaí recebeu o Vasco da Gama, na noite desta quinta-feira (10), no estádio da Ressacada e não passou de um empate sem gols. O resultado, mais uma vez, não ajuda o Avaí na tabela e ainda aumenta o jejum da equipe desde a última vitória, há quatro jogos.

Avaí x Vasco, pela Série A 2019 – Foto: Frederico Tadeu/Avaí FC

O jogo

Absolutamente tudo ficou em segundo plano. Nem a posição incômoda, o jejum de três jogos desde a última vitória e as dificuldades da equipe. Nada chamou mais a atenção do torcedor avaiano do que a permanência, ou não, do técnico Alberto Valentim em Florianópolis.

Com uma proposta do Botafogo, o técnico do Leão, em claro sinal de adeus, evitou responder os questionamentos acerca da sua partida do Sul da Ilha. Nas respostas, além de desconversar, o treinador insistiu em admitir “foco total” na partida diante do Vasco da Gama.

Com ou sem a decisão e o conhecimento dos jogadores, a verdade é que o Avaí entrou em campo com uma postura aguerrida e, também, bem organizada. Fez um dos seus melhores 45 minutos, quem sabe, em toda a Série A.

Cedo ou tarde, a atuação do Avaí diante do time de Vanderlei Luxemburgo deixaram a sensação de que, finalmente, o time ideal foi encontrado. Douglas, mais uma vez, orquestrou o time do Avaí que sempre que teve o seu toque, ameaçou a meta adversária.

Alberto Valentim, ainda na condição de técnico azurra, ainda perdeu duas peças titulares por lesão. Iury, a novidade do técnico em relação da derrota para o CSA e Jonathan, o atacante, tiveram problemas no joelho e tiveram que deixar o campo.

Embora o volume de jogo azurra e a apatia cruzmaltina, o placar da partida se manteve inalterado até o apito para o intervalo.

A segunda etapa o jogo ficou mais aberto. O Avaí até manteve, nos minutos iniciais, aquele ímpeto trazido nos primeiros 45 minutos. Mas foi pela postura do Vasco da Gama que o confronto ficou mais aberto.

O time de Vanderlei Luxemburgo, acuado na primeira parte, esteve mais perto da vitória que o próprio Avaí. Em um lance de escanteio o travessão salvou Vladimir e toda a equipe azurra.

E essa foi a história do quarto encontro entre as equipes na temporada. Talvez a despedida (melancólica) de Alberto Valentim do comando do Avaí.

Próxima parada

O Avaí viaja até Fortaleza para encarar o Ceará, na Arena Castelão, no próximo domingo. Já o Vasco da Gama recebe o Fortaleza, mesmo dia, no estádio São Januário.

Ficha técnica:

Avaí: Vladimir; Iury (Léo) Ricardo, Betão e Igor Fernandes; Mosquera (Igor Goularte), Franco e Douglas; Caio Paulista, Jonathan (Matheus Lucas) e João Paulo. Técnico: Alberto Valentim.

Vasco da Gama: Fernando Miguel; Yago Pikachu, Oswaldo Henríquez, Ricardo e Danilo Barcelos; Richard, Raul (Andrey) e Marcos Júnior; Rossi, Ribamar (Clayton) e Talles (Felipe Ferreira). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Cartões amarelos: Mosquera (AVA); Talles (VAS)

Arbitragem: Paulo Roberto Alves Júnior (PR); auxiliado por Victor Hugo Imazu dos Santos (PR) e Luciano Roggenbaun (PR).

Local: estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC) Data: 10/10/19

Lances da partida

Futebol