Avaí questiona atuação da arbitragem em derrota no clássico contra o Figueirense

Atualizado

Para o Avaí a derrota da tarde deste domingo, no estádio Orlando Scarpelli, tem “culpados”. O trio de árbitros Rodrigo D’Alonso, Helton Nunes e Johnny Barros de Oliveira foi alvo de protestos do Leão, após o término da partida que terminou 1 a 0 para o Figueirense. O técnico Geninho falou em entrevista coletiva, admitiu a “dor” pela derrota em um clássico, mas descreveu a arbitragem como “péssima”.

A insatisfação, que começou com os jogadores em campo, passou pelo técnico Geninho na coletiva, ganhou mais proporção em perfis da rede social do clube. Dois lances são reivindicados pelo Leão: primeiro, um cartão vermelho para o volante Betinho que errou um carrinho sobre o atacante Caio, que fazia jogada pela direita; além de um suposto pênalti em cima do lateral Alex Silva que acabou derrubado por Zé Antônio em uma disputa de bola, na risca direita da grande área de ataque azurra.

“Eu achei péssima a arbitragem, eu não lembro de uma arbitragem tão ruim quanto essa”, manifestou o treinador azurra. O comandante do Avaí ainda reclamou de uma falta cometida pelo volante Betinho, do Figueirense, na parte final do jogo. “Foi uma entrada desleal. Esse jogador (Betinho) não tem caráter, até pela entrada que deu em um companheiro de profissão. Se entrasse em campo um jogador nosso ele merecia até um soco na cara”, afirmou.

O Avaí volta aos trabalhos neste sábado, em preparação para o confronto de quarta-feira, em Itajaí, diante do Marcílio Dias, às 21h. 

O perfil oficial do clube reclamou nas redes sociais/Reprodução/Twitter
O perfil oficial do clube reclamou nas redes sociais/Reprodução/Twitter

Esportes

Avaí questiona atuação da arbitragem em derrota no clássico contra o Figueirense

Para o Avaí a derrota da tarde deste domingo, no estádio Orlando Scarpelli, tem “culpados”. O trio de árbitros Rodrigo D’Alonso, Helton Nunes e Johnny Barros de Oliveira foi alvo de protestos do Leão, após o término da partida que terminou 1 a 0 para o Figueirense. O técnico Geninho falou em entrevista coletiva, admitiu a “dor” pela derrota em um clássico, mas descreveu a arbitragem como “péssima”.

>>> “Merecia até um soco na cara”, diz Geninho sobre lance do Betinho

A insatisfação, que começou com os jogadores em campo, passou pelo técnico Geninho na coletiva, ganhou mais proporção em perfis da rede social do clube. Dois lances são reivindicados pelo Leão: primeiro, um cartão vermelho para o volante Betinho que errou um carrinho sobre o atacante Caio, que fazia jogada pela direita; além de um suposto pênalti em cima do lateral Alex Silva que acabou derrubado por Zé Antônio em uma disputa de bola, na risca direita da grande área de ataque azurra.

“Eu achei péssima a arbitragem, eu não lembro de uma arbitragem tão ruim quanto essa”, manifestou o treinador azurra. 

O Avaí volta aos trabalhos neste sábado, em preparação para o confronto de quarta-feira, em Itajaí, diante do Marcílio Dias, às 21h. 

Futebol