Conteúdo por Gazeta Esportiva

Bentancur prega discurso jogo a jogo, mas sonha com título do Uruguai

Conquistar o título! Essa é a ambição da seleção do Uruguai na Copa América, ao menos para o meio-campista Rodrigo Bentancur, um dos símbolos da nova geração da Celeste. Nesta terça-feira, em entrevista coletiva concedida após o treino Montevidéo, o volante da Juventus pregou que se deve ter atenção em todas as partidas, mas revelou pensar apenas em erguer a taça no Brasil.

“Sonhamos ganhar a Copa América, mas primeiro temos objetivos curtos que são vencer as próximas partidas. E depois o objetivo maior, que é vencer a Copa. O mesmo aconteceu com o Mundial (da Rússia), mas não foi possível. Agora o objetivo principal é voltar com a taça”, disse Rodrigo Bentancur, que concedeu entrevista ao lado de Lucas Torreira.

O jogador do Arsenal, por sua vez, ficou responsável pelo discurso tático e de análise dos adversários na primeira fase da competição. Para Torreira, ambos os compromissos serão complicados e um bom início será fundamental para a confiança do grupo e estabilização do elenco a fim da conquista do título.

“Enfrentamos o Japão em uma viagem pela Ásia. É um rival muito difícil, sofremos nessa partida. Contra Equador e Chile nunca joguei, mas são rivais complexos. Mais perto das partidas vamos fazer uma análise com mais profundidade do Equador e dos demais rivais para ver quais serão nossas possibilidades”, finalizou Torreira, que terá a presença da família in loco durante a Copa América.

Membro do Grupo C da competição, o Uruguai terá pela frente Equador, Chile e Japão na primeira fase. E a estreia Celeste será justamente contra os equatorianos, no próximo domingo, no Mineirão, em belo Horizonte. Depois, os comandados de Óscar Tabárez enfrentam os japoneses no dia 20 em Porto Alegre e encerram a fase de grupos contra o Chile, dia 24, no Maracanã.

Copa América