Blumenau vence Joinville na casa do adversário e se sagra bicampeão estadual de basquete

Blumenau é bicampeã estadual de basquete masculino. E  pelo segundo ano seguido sobre Joinville. Na tarde desse sábado (10) o time comandado pelo experiente Serjão bateu os donos da casa por 71 a 68 no ginásio da Associação Desportiva Embraco, no Norte do Estado. O resultado chega a ser  surpreendente, pois o Tricolor – que veste o escudo do JEC em sua camisa desde  o começo da temporada – está no NBB (Novo Basquete Brasil), mas foi surpreendida por uma marcação implacável do time do Vale, que pleiteia mais uma vez jogar a Liga Ouro, uma estépcie de Série B do Nacional.

O primeiro quarto da partida foi de muito equilíbrio. As duas equipes trocaram bolas do perímetro e a forte marcação blumenauense segurando o ímpeto dos donos da  casa. O bote que definiu os rumos do jogo até o cronômetro zerar veio nos dez minutos seguintes, no segundo período, quando Joinville simplesmente viu o adversário dominar os dois garrafões e anular as ações ofensivas dos pivôs, resultado, o jogo foi para o intervalo com oito pontos de vantagem para os visitantes: 35 a 27. Mérito da defesa do Vale.

Joinville e Blumenau travaram um duelo tenso no Norte do Estado - Diogo Maçaneiro/ND
Joinville e Blumenau travaram um duelo tenso no Norte do Estado – Diogo Maçaneiro/ND

A segunda metade da partida manteve a tônica dos primeiros 20 minutos, com Blumenau mais eficaz na marcação e os dois times trocando bolas, porém a vantagem girou na casa dos dez pontos em favor dos comandados do técnico Serjão. Mesmo com a rotação do treinador Daniel Lazier, Joinville não encaixou seu jogo. Mesmo com a estrela e a esperiência de um time acostumado a atuar entre os grandes do Brasil. A bola de três Felipe  Vezaro incendiou o ginásio e cortou a vantagem para apenas cinco pontos. Nos segundos finais a vantagem caiu para apenas dois e a tensão tomou conta do ginásio.

Mas no fim, Blumenau seeegurou a pressão e saiu  com o bicampeonato para a festa da sua torcida, em menor número nas arquibancadas. 

Blackstar fica com inédito terceiro lugar

O terceiro lugar ficou com a equipe do Blackstar, também de Joinville e anfitriã do Final Four. A equipe bateu Brusque por 89 a 79 diante do seu torcedor. Estew foi o primeiro troféu conquistado pela recém-criada formação, cujas participações no cenário estadual estão apernas na segunda temporada. O plano da equipe, no entato, é audacioso. Segundo revelou o treinador Rodrigo Lima ao ND durante a semana, o time estuda a participação na Série B do Brasileiro, torneio classificatório ao NBB e que substituirá a atual  Liga Ouro.

Um dos destaques do time, o pivô Tiagão não escondeu sua felicidade em conquistar esse bronze. “A gente enfrentou times grandes. Saabíamos que teríamos pela frente equipes de disputa de liga nacional e conquistar esse primeiro troféu com o Blackstar é muito especial”, afirmou o jogador de 37 anos e 2,02m de altura.

Mais conteúdo sobre

Esporte