Conteúdo por Gazeta Esportiva

Bottas tem boa larga e vence GP do Japão de Fórmula 1

Na madrugada deste domingo, Valtteri Bottas venceu o GP do Japão de Fórmula 1, no tradicional circuito de Suzuka. Depois de uma excelente largada, o finlandês ultrapassou a dupla da Ferrari, que largou na primeira fila e disparou na primeira posição, chegando com 11 segundos de vantagem para Sebastian Vettel, segundo colocado. Lewis Hamilton completou o pódio.

Esta é a terceira vitória de Bottas na temporada, a primeira desde o Grande Prêmio do Azerbaijão, em abril.

A corrida começou com muita emoção. O piloto da Mercedes, largando da terceira posição, ultrapassou Vettel e Leclerc antes da primeira curva e assumiu a ponta. Max Verstappen não passou em branco. O holandês teve um toque com Leclerc e rodou, enquanto o monegasco da Ferrari foi forçado a fazer um pit stop para trocar sua asa dianteira. Verstappen ainda abandonou no meio da prova, em função de um problema mecânico.

No entanto, a única boa disputa pelas primeiras posições aconteceu já na reta final, entre Hamilton e Vettel. O inglês fez uma parada a dez voltas da bandeira quadriculada e atacou o alemão, mas não conseguiu aproximação suficiente pra tentar uma manobra.

O destaque da corrida foi o jovem Alexander Albon, da RBR. Recém-promovido da Toro Rosso para a Red Bull, o tailandês terminou em quatro, sua melhor posição de chegada da carreira.

Com o resultado, Hamilton segue firme na primeira posição da Fórmula, com 338 pontos. Seu companheiro de equipe, Bottas, é o segundo com 274.

Confusão na bandeirada

Uma falha na sinalização alterou o resultado final do GP do Japão. Um dos painéis eletrônicos do circuito deram a corrida por encerrada uma volta antes do previsto. Por conta disso, a ordem final foi alternada, pois mesmo com a bandeira quadriculada sendo exibida no momento certo, o regulamento prevê que a primeira sinalização, ainda que eletrônica, é a que vale.

O fato gerou muita confusão. Tudo isso porque Sergio Pérez, piloto da Racing Point, se envolveu em um acidente com Pierre Gasly na última volta e acabou abandonando. Mas, como o mexicano havia cruzado a penúltima volta em nono, manteve sua posição e causou um “efeito cascata” no restante do grid.

Mercedes faz história e leva mais uma vez campeonato de construtores

Com o primeiro e terceiro lugar em Suzuka, a Mercedes chegou aos 612 pontos na temporada e conquistou pela sexta vez consecutiva o campeonato de construtores, fato inédito na categoria.

Confira o resultado final do Grande Prêmio do Japão de F1:

1) Valtteri Bottas (Mercedes)

2) Sebastian Vettel (Ferrari)

3) Lewis Hamilton (Mercedes)

4) Alexander Albon (Red Bull/Honda)

5) Carlos Sainz Jr. (McLaren/Renault)

6) Charles Leclerc (Ferrari)

7) Daniel Ricciardo (Renault)

8) Pierre Gasly (Toro Rosso/Honda)

9) Sergio Pérez (Racing Point/Mercedes)

10) Nico Hülkenberg (Renault)

11) Lance Stroll (Racing Point/Mercedes)

12) Daniil Kvyat (Toro Rosso/Honda)

13) Lando Norris (McLaren/Renault)

14) Kimi Räikkönen (Alfa Romeo/Ferrari)

15) Romain Grosjean (Haas/Ferrari)

16) A.Giovinazzi (Alfa Romeo/Ferrari)

17) Kevin Magnussen (Haas/Ferrari)

18) George Russell (Williams/Mercedes)

19) Robert Kubica (Williams/Mercedes)

200 Max Verstappen (Red Bull/Honda)- abandonou

Mais conteúdo sobre

Mais Esportes