Conteúdo por Gazeta Esportiva

Brasil vira sobre Argentina e conquista o 32º título do Sul-Americano de vôlei

A Seleção Brasileira de vôlei não tinha enfrentado nenhum grande desafio nesta edição do Campeonato Sul-Americano, em Santiago, no Chile. No entanto, o time quase foi surpreendido neste domingo. Enfrentando a Argentina, a equipe verde e amarela saiu perdendo por 2 sets a 0, mas aplicou uma linda virada na Gran Arena Monticello e conquistou seu 32º título do torneio.

Para subir no pódio, o Brasil superou Equador, Colômbia e também a Argentina. Antes do reencontro na grande final, a equipe comandada por Renan Dal Zotto eliminou os anfitriões na semifinal.

O Brasil terminou a competição invicto (Foto: Maurício Palma/Fevochi)

Campeão em todas as edições do Sul-Americano que participou, a Seleção teve três jogadores entre os destaques do campeonato. Além de Leal e Flávio, que foram eleitos os melhores ponteiro e central, respectivamente, Alan faturou o prêmio de melhor atleta da competição.

Naturalizado brasileiro, Yoandy Leal analisou a partida decisiva para a conquista do seu primeiro título com o Brasil. “A união do nosso time foi muito importante para conseguirmos essa virada. Sofremos para entender o jogo no início, mas, depois, todos jogaram muito bem e estou muito feliz por ter sido campeão com a camisa do Brasil”, comentou o atleta nascido em Cuba.

Capitão em mais essa conquista da Seleção, Douglas também deu seu parecer. “Já sabíamos que seria um jogo difícil, uma final de Sul-Americano sempre é complicada. A Argentina vinha muito forte, com volume e agora uma proposta de forçar o saque. Foi um grande desafio”, completou.

A equipe verde e amarela volta às quadras na Copa do Mundo. O torneio acontece de 30 de setembro a 15 de outubro, no Japão.

Abaixo, confira os resultados da Seleção nesta edição do Sul-Americano:

10.09 – Brasil 3 x 0 Equador (25/10, 25/16 e 25/14)

11.09  – Brasil 3 x 0 Colômbia (25/15, 25/10 e 25/17)

12.09  – Brasil 3 x 1 Argentina (25/23, 25/21, 18/25 e 21/25)

Semifinal

13.09  – Brasil 3 x 0 Chile (25/16, 25/17 e 25/21)

Final

14.09  – Brasil 3 x 2 Argentina (24/26, 22/25, 31/29, 25/20 e 15/13)

Vôlei