Brigada Militar registra confusão entre organizadas do Grêmio

Antes da vitória por 2 a 0 do Tricolor gaúcho sobre o Flamengo, membros de facções gremistas promovem tumulto que tem como consequências pessoas feridas e carros danificados

Nem tudo foi festa para os torcedores do Grêmio na vitória por 2 a 0 sobre o Flamengo. De acordo com o relato da Brigada Militar nesta terça-feira, integrantes de duas organizadas formadas por gremistas promoveram um tumulto nos arredores da Arena, no qual pessoas ficaram feridas e carros foram danificados.

– Aconteceram tumultos e a Brigada Militar teve de intervir – declarou o tenente-coronel Régis Rocha da Rosa, comandante do 11º BPM, ao “Zero Hora”.

Segundo relato de um torcedor ouvido pela reportagem, a confusão ocorreu em frente aos bares nos quais ficam gremistas. Integrantes da organizada Família teriam investido contra membros da Geral e iniciaram uma briga, que teve como consequências vítimas agredidas e vidros de carros quebrados. Ninguém foi preso.

Organizada não reconhecida pelo Tricolor gaúcho e pela Promotoria do Torcedor, a Família tem integrantes ligados a um ex-líder da Geral, que se envolveu por brigas de poder na outra organizada.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Esportes

Loading...

Brigada Militar registra confusão entre organizadas do Grêmio

Antes da vitória por 2 a 0 do Tricolor gaúcho sobre o Flamengo, membros de facções gremistas promovem tumulto que deixa pessoas feridas e carros danificados

RADAR / LANCE!

Porto Alegre (RS)

Nem tudo foi festa para os torcedores do Grêmio na vitória por 2 a 0 sobre o Flamengo. De acordo com o relato da Brigada Militar nesta terça-feira, integrantes de duas organizadas formadas por gremistas promoveram um tumulto nos arredores da Arena, no qual pessoas ficaram feridas e carros foram danificados.

– Aconteceram tumultos e a Brigada Militar teve de intervir – declarou o tenente-coronel Régis Rocha da Rosa, comandante do 11º BPM, ao “Zero Hora”.

Segundo relato de um torcedor ouvido pela reportagem, a confusão ocorreu em frente aos bares nos quais ficam gremistas. Integrantes da organizada Família teriam investido contra membros da Geral e iniciaram uma briga, que teve como consequências vítimas agredidas e vidros de carros quebrados. Ninguém foi preso.

Organizada não reconhecida pelo Tricolor gaúcho e pela Promotoria do Torcedor, a Família tem integrantes ligados a um ex-líder da Geral, que se envolveu por brigas de poder na outra organizada.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Esportes

Loading...