Conteúdo por Gazeta Esportiva

Bruno Fratus e Etiene Medeiros conquistam ouro em torneio na Itália

Nesta sexta-feira, a natação brasileira brilhou mais uma vez em águas europeias. Disputando o Troféu Sette Coli, na Itália, o país conquistou três medalhas de ouro e, de quebra, um recorde mundial. Enquanto Bruno Fratus, nos 50m livre, e Etiene Medeiros, nos 50m costas, foram campeões, Jheniffer Conceição fico em quarto lugar, mas quebrou o recorde sul-americano dos 100m peito. João Gomes Jr. ficou com o bronze nos 100m peito.

Bruno Fratus foi medalha de ouro nos 50 metros livres. Com tempo de 21s42, o brasileiro deixou o campeão olímpico Florent Manadaou, da França, com a medalha de prata. O norte-americano Michael Andrew, com o tempo de 21s94.

Bruno Fratus conquistou a medalha de ouro na Itália (Foto: Reprodução)

Quem também terminou na primeira posição do pódio foi Etiene Medeiros. Nos 50 metros costas, a brasileira terminou com tempo de 27s64 e ficou á frente da australiana Holly Barratt, com parcial de 28s00. Quem completou o pódio foi a italiana Silvia Scalia, com tempo de 28s11. A vencedora da prova foi a holandesa Kira Toussaint, que acabou desclassificada por ultrapassar o limite dos 15 metros de nado submerso.

Já na prova dos 50 metros livres, Etiene ficou em quinto lugar com o tempo de 25s20. Na categoria masculina, na prova dos 100 metros peito, João Gomes fez 59s61, mas ficou apenas com a terceira colocação.

Outro destaque do dia no Troféu Sette Coli foi Jheniffer Conceição. Nos 100 metros peito, a brasileira ficou com o quarto lugar anotando a marca de 1m07s64. O tempo, inclusive, determinou o novo recorde sul-americano em três centésimos. Anteriormente, a melhor marca era da também brasileira Tatiane Sakemi, conquistado em 2009.

Mais conteúdo sobre

Mais Esportes