Conteúdo por Gazeta Esportiva

Carille nega ter colocado time alternativo em campo por conta do clássico

O técnico Fábio Carille começa a pensar no clássico a partir de agora. Após o Corinthians entrar em campo nesta quinta-feira, contra o Montevideo Wanderers, no Uruguai, com um time alternativo, composto por alguns reservas e outros titulares, o comandante alvinegro garantiu que o duelo com o Palmeiras, no próximo domingo, em Itaquera, não foi o motivo para a sua escolha.

Temendo perder algum atleta importante por lesão, Carille preferiu dar descanso para alguns nomes no jogo contra o Fortaleza, no último fim de semana, e para outros nesta quinta, pela Copa Sul-Americana. Sornoza foi o único atleta considerado titular que não entrou em ação em ambas as oportunidades.

“Quando a gente tira não é pensando em jogo, é um conjunto, não só pensando no Palmeiras. Quando acontece alguma lesão, e o Sornoza teve um pequeno edema, é um sinal de alerta. Não poderia ir com força máxima, porque tinha certeza que teria problemas musculares”, revelou Carille.

“O Sornoza é um cara fisicamente privilegiado, então quando aparece algo assim… a partir desse momento comecei a esboçar a equipe baseado na parte física e médica. Foi tudo muito pensado, mas pela condição física desses jogadores”, completou.

Com a vitória por 2 a 1 sobre o Montevideo Wanderers e, consequentemente, a classificação às quartas de final da Copa Sul-Americana asseguradas, o Corinthians, enfim, volta o foco total para o Derby do próximo domingo, às 19h (de Brasília), em Itaquera.

Contra o Palmeiras, o técnico Fábio Carille voltará a colocar força máxima em campo na intenção de atrapalhar o rival na luta pelo título brasileiro. Precisando dos três pontos para se aproximar ainda mais das primeiras colocações na tabela, o Corinthians conta com o fator casa e a evolução recente para levar a melhor sobre o Verdão, que teve dois dias a mais para se preparar para o clássico, já que jogou na terça-feira.

Futebol