Conteúdo por Gazeta Esportiva

Casemiro explica marcação em Messi e celebra “jogo de homens” do Brasil

Principal motivo de preocupação da Seleção Brasileira, Lionel Messi passou em branco na derrota da Argentina, por 2 a 0, na noite desta terça-feira, no Mineirão, pelas semifinais da Copa América. De volta ao time após cumprir suspensão contra o Paraguai, o volante Casemiro exaltou o trabalho em conjunto na marcação do craque adversário.

“É um grande jogador. Eu, sozinho, não tenho como parar. Precisa da ajuda dos companheiros, porque é um jogador de extrema qualidade, dispensa comentários. Mas com a ajuda de todos pudemos pará-lo. Todos ajudaram e estão de parabéns”, disse ao canal Sportv.

Após abrir o placar com Gabriel Jesus aos 18 minutos do primeiro tempo, o Brasil passou por apuros. Aguero e o próprio Messi acertaram a trave do goleiro Alisson. O alívio só veio aos 25 da etapa final, quando Roberto Firmino deu números finais à partida.

“Sabíamos que ia ser difícil, é um clássico, jogo de detalhes. Sabíamos que ia ser assim, um jogo de muita catimba. A chave foi fazer um jogo de homens, a equipe soube sofrer e trabalhar atrás. Para ganhar competição de tiro curto, é assim: sólido atrás e eficiente na frente”, ressaltou.

Com o resultado, o Brasil enfrentará Chile ou Peru na decisão da Copa América, no próximo domingo, às 17 horas (de Brasília), no Maracanã. Seja contra quem for, Casemiro espera ajudar com a experiência que adquiriu no futebol europeu.

“Na Copa América é a primeira vez, mas já tenho algumas finais de Champions League. É passar experiência [aos mais jovens], é útil no jogo. É jogo de pensar desde a preparação, jogo de superação, independentemente do resultado. Tem que fazer o melhor possível, é o último jogo, tem que dar tudo, fazer um bom trabalho e chegar bem para a final”, concluiu.

Copa América