Conteúdo por Gazeta Esportiva

Cássio, Ederson e Fagner foram os únicos a não jogar pelo Brasil na Copa América

Fagner foi o único jogador de linha não utilizado por Tite na Copa América (Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Dos 23 jogadores convocados por Tite para a disputa da Copa América, apenas três não entraram em campo no torneio. O lateral-direito Fagner e os goleiros Cássio e Ederson foram os únicos atletas a não terem participado ativamente da campanha do título da Seleção Brasileira.

Como já é costumeiro em seleções, especialmente em torneios de tiro curto, apenas um goleiro defendeu a meta brasileira na competição. Campeão da Liga dos Campeões com o Liverpool, Alisson foi definido por Tite como o arqueiro titular do Brasil e disputou todos os minutos, não dando chances a Cássio e Ederson, que ficaram na reserva.

Na lateral direita, Daniel Alves assumiu a responsabilidade de carregar a braçadeira de capitão e fez uma grande Copa América. Um dos maiores destaques da equipe durante o torneio, o jogador de 36 anos só chegou a ser substituído aos 37 minutos do segundo tempo da partida contra o Paraguai, pelas quartas de final. Porém, o treinador optou por colocar Lucas Paquetá para avançar o time e buscar a vitória no tempo normal.

Durante a decisão contra o Peru, Tite chegou a deslocar Daniel Alves para o meio-campo, mas preferiu escalar Éder Militão na lateral, em vez de Fagner. A partida foi a primeira do ex-jogador do São Paulo na competição e por pouco ele não entrou no grupo dos que não foram utilizados.

Além de Alisson e Daniel Alves, os zagueiros Marquinhos e Thiago Silva, o meia Coutinho e os atacantes Gabriel Jesus, Roberto Firmino e Everton Cebolinha foram os jogadores a disputar todas as partidas durante a campanha da Copa América. Miranda, Paquetá e Militão foram os que só entraram em campo uma vez.

Copa América