Conteúdo por Gazeta Esportiva

Castan trata jogo contra o CSA como divisor de águas no Vasco

Cruzmaltino recebe os alagoanos neste domingo (Foto: Carlos Gregório/Vasco)

Em boa fase desde a chegada do técnico Vanderlei Luxemburgo, o Vasco tem um importante duelo pelo Campeonato Brasileiro neste domingo, às 19h (horário de Brasília), diante do CSA,. Em caso de vitória, a equipe carioca tem a chance de se aproximar da zona de classificação para a Copa Sul-Americana.

Por conta disso, Leandro Castan enxerga o duelo deste final de semanas como capaz de mudar o patamar da equipe. De acordo com o defensor, a partida será um divisor de águas.

“Encaramos essa partida como um divisor de águas. A gente vai para esse jogo com muita humildade, mas sabendo que é preciso personalidade para vestir a camisa de um clube grande. Esse jogo pode reabrir a competição para nós, pois temos a possibilidade de iniciar a briga por coisas maiores, olhando mais para a parte de cima da tabela. Temos que ter consciência disso, deixando de lado aquele medo de ser feliz. Depois do início ruim tivemos, a oportunidade surgiu e não podemos desperdiçá-la”, disse.

Castan, aliás, tem uma relação próxima com o CSA. Isso porque seu irmão, Luciano Castan, atua pelo time alagoano desde o início da temporada.

“Eu realmente tenho acompanhado bastante o time deles. Estou sempre assisto para ver as atuações do meu irmão. É uma equipe que se defende bem e procura surpreender nos contra-ataques. Precisamos estar muito atentos, até porque hoje em dia não tem mais partida fácil no futebol. O CSA é um time difícil de enfrentar. O torcedor vai fazer a parte dele. Jogamos algumas partidas longe do Rio e a torcida sempre compareceu. Dessa vez não será diferente. Com o torcedor do nosso lado, tudo se torna mais fácil”, completou.

Futebol