Conteúdo por Gazeta Esportiva

Catar e Paraguai fazem primeira partida no Maracanã na Copa América

Atualizado

A Copa América começa para Catar e Paraguai neste domingo. As duas seleções se enfrentam no Maracanã, às 16h (de Brasília). Esta será a primeira partida realizada no estádio carioca na competição. Os asiáticos foram convidados para o torneio e não querem fazer feio. Já os paraguaios buscam retomar o bom futebol.

Como sede da próxima Copa do Mundo, em 2022, o Catar tem investido na sua seleção. No início do ano, conquistou o título inédito da Copa da Ásia. Na competição, o time teve o melhor ataque, com 19 gols marcados, e a melhor defesa, sofrendo apenas um. Na final, venceu o Japão, outra seleção convidada para a Copa América, por 3 a 1.

Paraguai quer fazer boa campanha na Copa América (Foto: Divulgação/FPF)

Pesa a favor da equipe sul-americana o conhecimento dos adversários e da competição. A seleção paraguaia já ergueu o troféu duas vezes, em 1953 e 1979. Na edição de 2011 conseguiu um segundo lugar. Os jogadores que atuam no futebol brasileiro devem começar jogando. Gatito Fernandes, do Botafogo, no gol, Gustavo Gómez, do Palmeiras, na zaga, e Derlis González, do Santos, no ataque.

O santista destacou a importância de jogar no mesmo país onde muitos atletas já atuaram. Para ele é um sonho disputar uma partida no Maracanã com a seleção paraguaia. Ele ainda disse que “qualquer um pode surpreender nesta Copa América”.

“Temos um grupo difícil, mas queremos ir o mais longe possível”, falou Derlis González. “Conhecemos o presente da nossa seleção, mas estamos conscientes de que devemos mostrar uma boa imagem”, defendeu Óscar Romero. Ele ainda revelou que acompanhou a campanha do Catar na Copa da Ásia.

FICHA TÉCNICA

PARAGUAI X CATAR

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 16 de junho de 2019, domingo

Horário: 16h (de Brasília)

Árbitro: Diego Haro (PER)

Assistentes: Jonny Bossio e Victor Raez (PER)

VAR: Raphael Claus (BRA)

Paraguai: Gatito Fernández, Iván Piris, Gustavo Gómez, Junior Alonso, Santiago Arzamendia; Hernán Pérez, Rodrigo Rojas, Miguel Almirón, Derlis González, Óscar Romero, Óscar Cardoso

Técnico: Eduardo Berizzo

Catar: Saad Al Sheeb, Pedro Correia, Boualem Khoukhi, Tarek Salman e Abdelkarim Hassan; Salem Al Hajri, Abdulaziz Hatim e Hassan Al Haidos; Boualem Khoukhi, Almoez Ali Abdulla e Akram Afif

Técnico: Félix Sánchez

Copa América