Catarinenses não vão bem no primeiro dia do Billabong Rio Pro

O primeiro dia do Billabong Rio Pro não foi dos melhores para os catarinenses. Apenas Alejo Muniz, surfista de Bombinhas, conseguiu avançar para a próxima fase da competição, disputada no Arpoador, no Rio de Janeiro.

O campeão brasileiro Tomas Hermes, de Barra Velha, caiu na mesma bateria do australiano Taj Burrow e acabou superado pelo vice-campeão do Billabong Rio Pro 2011. Já Willian Cardoso, de Balneário Camboriú, que substituiu Kelly Slater lesionado, foi batido pelo paulista Adriano de Souza, o Mineirinho, que faturou a etapa do Rio de Janeiro no ano passado. Os dois ainda têm chances na repescagem.

No feminino, a manezinha Juliana Quint não conseguiu passar na triagem e acabou não conseguindo a vaga na competição. A campeã mundial Jacqueline Silva também perdeu na primeira bateria e terá que disputar a repescagem.

Surfe