Conteúdo por Gazeta Esportiva

CBF é multada pela Conmebol por gritos homofóbicos na Copa América

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) foi multada em 15 mil dólares (cerca de R$ 57 mil) pelos gritos homofóbicos proferidos pela torcida na partida de estreia do Brasil na Copa América, contra a Bolívia, no Estádio do Morumbi. A decisão foi divulgada pela Conmebol nesta quinta-feira, através de seu site oficial.

A cada reposição do goleiro Lampe, da Bolívia, era possível ouvir os gritos de “bicha” vindo das arquibancadas. De acordo com o informativo da Conmebol, a CBF foi enquadrada nos artigos 8 e 14, do Regulamento Disciplinar, que cita “insultar ou atentar contra a dignidade humana de outra pessoa ou grupo de pessoas, por qualquer meio, por motivos de cor de pele, raça, etnia, idioma, credo ou origem”.

Decisão foi publicada no site da CBF nesta quinta-feira (Foto: Reprodução)

A decisão contra a CBF não cabe recurso. Além disso, o valor da multa será descontado diretamente do montante que a entidade brasileira tem a receber pelas premiações e participação no torneio.

Uruguai também é punido

Além da CBF, a Associação Uruguaia de Futebol também foi multada nesta quinta-feira. O motivo da punição, entretanto, é pelo atraso na partida contra o Japão, pela segunda rodada da Copa América, na Arena do Grêmio. Como é reincidente, os uruguaios deverão pagar 10 mil dólares, cerca de R$ 38 mil.

Copa América