Conteúdo por Gazeta Esportiva

Centroavante da Argentina lamenta gol do Paraguai em “jogada conhecida”

O centroavante titular da Argentina na noite desta quarta-feira, Lautaro Martínez, foi um dos jogadores entrevistados no gramado do Mineirão após o empate por 1 a 1 com o Paraguai, pela segunda rodada da Copa América. O jogador da Inter de Milão lamentou o fato de a equipe ter sofrido um gol justamente no contra-ataque, reconhecidamente a maior força do rival.

“Bom, no primeiro tempo acho que nós começamos com a posse de bola, mas eles fizeram o gol na primeira jogada de ataque que tiveram. Sabíamos que era a jogada mais perigosa deles”, disse o jogador, avaliando a etapa final como uma performance melhor da equipe.

“Conseguimos nos organizar no segundo tempo, melhoramos, tocamos mais a bola. Conseguimos empatar, queríamos mais, mas acho que melhoramos a imagem que deixamos no primeiro jogo”, analisou o jogador.

Lautaro, por sinal, foi substituído pouco depois do empate conquistado pelo pênalti de Messi. Talvez assustado com o pênalti desperdiçado pelo Paraguai logo na sequência, o técnico Lionel Scaloni resolveu tirá-lo para colocar Di María, retomando a formação inicial. No banco, o avante foi visto bravo, jogando uma garrafa no chão.

“Eu queria continuar, mas é o técnico que decide. Temos um jogo difícil pela frente, mas vamos dar o máximo de nós para conseguir passar para a próxima fase”, concluiu o atleta.

O resultado deixou a Argentina na última colocação do Grupo B, com apenas um ponto. Já o Paraguai tem dois tentos e ocupa a segunda colocação. Na próxima rodada, os paraguaios enfrentam a Colômbia, na Arena Fonte Nova, às 16h (de Brasília) e os argentinos duelam com o Catar, no Rio Grande do Sul, no mesmo dia e horário.

Copa América