Chapecoense contorna desfalques para enfrentar CSA na Arena Condá

Atualizado

Com uma série de desfalques, a Chapecoense se desdobra para conseguir entrar em campo diante do CSA nesta quarta-feira (4), às 21 horas, na Arena Condá, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro.

 Foto: Marcio Cunha/Chapecoense

O técnico Marquinhos Santos tem dez jogadores vetados pelo departamento médico. A lista é extensa e conta com o goleiro Vagner, os zagueiros Gum, Hiago e Rafael Pereira, o lateral Bruno Pacheco, o meia Renato e Yann Rolim, além dos atacantes Thiago Santos, Everaldo e Henrique Almeida.

O treinador ainda não sabe se poderá contar com o lateral Roberto, que passará por uma avaliação antes da bola rolar para saber se terá condições de jogo. Caso seja vetado, por dores na coxa, a tendência é que Caíque Sá seja improvisado no setor. Marquinhos Santos, no entanto, já foi obrigado a mexer na equipe, a exemplo de Amaral, que formará dupla defensiva com Maurício Ramos.

No meio de campo, Tharlis deverá formar o setor com Márcio Araújo, Elicarlos e Camilo. No ataque, Arthur Gomes e Dalberto serão as esperanças de gol da Chapecoense, que visa terminar o ano de cabeça erguida após o rebaixamento ser decretado.

“O Bruno Pacheco não joga, Henrique (Almeida), Everaldo. Roberto não deve ter condições também. Jogou com infiltração, analgésicos. Eles se dedicam muito, tem sido no limite. Tem que honrar esses caras. Infelizmente marcamos um rebaixamento na Chapecoense. Faltou pouco mais de qualidade, mas não faltou empenho, raça, hombridade”, falou Marquinhos Santos, que completou.

“Faremos nossa última partida em casa e precisamos vencer para minimizar a dor de um rebaixamento. Temos que honrar a camisa da Chapecoense até a última partida. Precisamos seguir de cabeça erguida”, finalizou.

A Chapecoense é a vice-lanterna do Brasileirão, com 28 pontos, dez a menos do que o Ceará, primeiro clube fora da zona de rebaixamento.

FICHA TÉCNICA:

CHAPECOENSE – João Ricardo; Eduardo, Maurício Ramos, Amaral e Caíque Sá; Márcio Araújo, Elicarlos, Tharlis e Camilo; Arthur Gomes e Dalberto. Técnico: Marquinhos Santos.

Mais conteúdo sobre

Futebol