Chapecoense quer “enxugar” elenco e define próximos passos da reformulação

Atualizado

A Chapecoense já começou a traçar os próximos passos na reformulação do elenco em meio à parada do Campeonato Brasileiro para a Copa América. Depois de definir a saída do meia Marcos Vinícius, que negocia seu retorno ao Botafogo, o presidente Plinio David de Nes Filho determinou a redução do elenco, que deve ter a saída de pelo menos mais três jogadores.

Elenco da chapecoense deve sofrer cortes em breve – MATHEUS SEBENELLO/AGIF/ESTADÃO CONTEÚDO/ND

Victor Andrade, que já não estava nos planos de Ney Franco, retorna ao Estoril de Portugal no final do mês, quando encerrará o seu contrato de empréstimo. Renato e Bruno Silva estão na mira de outros times, mas a Chapecoense não vai facilitar a saída. O clube entende que, com a lesão de Rildo, não pode perder jogadores que atuam pelos lados do campo.

Hoje o elenco da Chapecoense conta com 36 jogadores, mas ideia do clube é diminuir esse número para entre 30 e 33 atletas. Para o clube, enxugar o elenco dará uma folga na folha salarial e abrirá espaço para algumas contratações pontuais. Mesmo com um orçamento baixo, Ney Franco está buscando um centroavante para o segundo semestre.

Outra dor de cabeça para o clube vai ser a janela de transferências internacionais. A Chapecoense teme o assédio para cima de jogadores importantes do grupo, com o goleiro Tiepo e o atacante Everaldo. Os dois já completaram sete jogos no Campeonato Brasileiro e não podem defender outro clube do país, mas estão na mira do futebol internacional.

Mais conteúdo sobre

Futebol