Conteúdo por Gazeta Esportiva

Cícero deve ser liberado do Botafogo

O volante Cícero não faz mais parte dos planos do técnico Paulo Autuori. Assim, o jogador será comunicado pela diretoria do Botafogo que pode procurar uma outra equipe para defender no Campeonato Brasileiro. Os dirigentes não vão confirmar oficialmente o fato, uma vez que isso poderia atrapalhar os planos do atleta de tentar se valorizar em uma mercado que deverá sofrer um baque após a pandemia do coronavírus.

(Foto: Divulgação/Vitor Silva)

Cícero tem 35 anos e já seria liberado pelo Botafogo no fim do ano. Ele foi contratado com aval do ex-diretor de futebol Anderson Barros, hoje no Palmeiras. Em dezembro, porém, o técnico Alberto Valentim disse que o jogador poderia ser útil. Como aceitou uma boa redução salarial, a diretoria entendeu que deveria contar com o jogador por conta de sua experiência.

Com a troca da comissão técnico Cícero seguiu sendo avaliado. Porém, Paulo Autuori entende que o jogador não vai ser útil, pois pretende rejuvenescer um pouco o elenco. O volante disputou 51 partidas pelo Botafogo, tendo anotado cinco gols.

Cícero tem passagem por outros clubes do futebol brasileiro, como Bahia, Fluminense, São Paulo e Figueirense.

O elenco do Botafogo está treinando em casa por conta da quarentena gerada pela pandemia do coronavírus. Esta semana a diretoria decidiu antecipar as férias do plantel, que começará no dia 1 de abril e vai se estender por 20 dias.  A antecipação das férias dos atletas, inclusive pode facilitar que eles sigam com o plantel pelos meses de dezembro e janeiro caso assim seja determinado pelo calendário da CBF.

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) anunciou esta semana que o Campeonato Carioca está paralisado até 30 de abril, mas na entidade já se fala que o prazo será estendido pelo menos até o fim de maio.

Futebol