Conteúdo por Gazeta Esportiva

Cícero e Diego Souza não devem mais jogar pelo Botafogo

Passada a derrota de 2 a 0 para o Atlético-MG em Minas Gerais, o Botafogo já começa a projetar a partida contra o Ceará neste domingo, às 16h (de Brasília), no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, pela última rodada do Campeonato Brasileiro.

Para este compromisso, o técnico Alberto Valentim perdeu o volante Cícero e os meias Luiz Fernando e Diego Souza, que foram advertidos com o terceiro cartão amarelo diante dos mineiros e terão que cumprir suspensão.

Cícero e Diego Souza, ambos com contrato somente até o fim do ano, podem ter se despedido do Glorioso no jogo contra o Galo. Eles não terão o contrato renovado. Ambos são questionados pelos torcedores e estão longe de serem unanimidades junto aos dirigentes.

Diego Souza está nos planos do Sport, que retornou para a Primeira Divisão. Cícero ainda não despertou o interesse de outros clubes. Já Luiz Fernando, com contrato até o fim de 2020, deve permanecer.

Para o duelo contra o Ceará, Alberto Valentim contará com o retorno do zagueiro Gabriel, que não pôde enfrentar o Galo por uma questão contratual. Ele vai ocupar a vaga de Joel Carli. Outro que retorna, só que de suspensão, é o volante Alexa Santana, que vai ocupar a vaga de Cícero. Luis Henrique pode ocupar a vaga de Luiz Fernando, com Igor Cássio e Vinícius Tanque disputando uma vaga no ataque.

A delegação do Botafogo retornou ao Rio de Janeiro nesta quinta-feira e os jogadores foram liberados em seguida. Nesta sexta-feira Alberto Valentim define a equipe que vai enfrentar o Ceará. Com 42 pontos, o Alvinegro, para se garantir na Copa Sul-Americana, precisa ganhar e torcer para que o Fluminense tropece no Corinthians em São Paulo.

Futebol