Conteúdo por Gazeta Esportiva

Cícero prega reação para Botafogo não se aproximar da degola

Cícero concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira (Foto: Vítor Silva/BFR)

O Botafogo não vem bem desde o fim da Copa América. Na Sul-Americana, a equipe foi eliminada pelo Atlético-MG. Já no Campeonato Brasileiro, os alvinegros se afastaram dos líderes e começam a se preocupar com a distância para a zona de rebaixamento. O volante Cícero admitiu que o momento é de reação na temporada.

“Tínhamos que voltar muito fortes, poderíamos dar uma engasgada. A gente acabou engasgando. A gente não podia continuar engasgado. Agora que a Sul-Americana foi embora, temos que focar todas as nossas forças no Brasileiro”, disse.

Para Cícero, o Botafogo pegou uma sequência contra clubes fortes após a Copa América. O jogador saiu em defesa do técnico Eduardo Barroca, criticado nos últimos jogos.

“Iniciamos muito bem o Brasileiro. Barroca é o treinador ideal pelo modelo de jogo nosso. A gente está meio embolado agora, deixou o pelotão dar uma distanciada, nossa gordura deu uma queimada, ultrapassou o limite. Vi que pegamos jogos muito difíceis, com equipes de maior investimento”, declarou.

Por fim, o volante espera que o Botafogo possa se recuperar neste domingo, quando encara o Avaí, que está na zona de rebaixamento, na Ressacada.

“A equipe deu uma melhorada nos últimos dois jogos. Temos tudo fazer um grande jogo na Ressacada para ter uma semana leve e tentar voltar trilhar o caminho do início”, finalizou

Futebol