Com 55% de aproveitamento, Figueira fecha o semestre ciente de que precisa mais pró-acesso

Atualizado

O Figueirense volta a entrar em campo nesta quinta-feira (4) em confronto que vale taça no estádio Orlando Scarpelli, diante do Brusque. Os catarinenses enfrentam-se pela Recopa do estado, às 19h, que pela primeira vez coloca os campeões das competições do ano anterior frente a frente. Mais que isso, o duelo vale a retomada na temporada para o Furacão que soma, até aqui, 55% de aproveitamento.

Leia mais

A saudade já está dando lugar a ansiedade. Ao menos é assim que o clima vem descendo em Florianópolis, mais precisamente no bairro do Estreito. O time do técnico Hemerson Maria, de olho na sequência da Série B que será reiniciada na outra semana, quer tirar o máximo de proveito do desafio diante do Quadricolor.

O Figueirense é 8º colocado na tabela da Série B com 13 pontos, dois a menos que o último integrante do G4.

O ND+, com saudade do futebol praticado pelos times locais, levantou uma numeralha dos primeiros seis meses do Figueirense na temporada. Apesar da queda na semifinais do estadual e a participação tímida na Copa do Brasil, o rescaldo do time de Maria é bom.

Além de 55% do aproveitamento dos pontos, o Figueirense segue a risca uma característica dos times comandados pelo treinador florianopolitano: perde poucas vezes, foram apenas cinco até aqui.

Por outro lado, apresenta um certo desequilíbrio já que tem mais dificuldade para fazer seus gols do que evitar os tentos do adversário.

Até aqui a comissão técnica utilizou 32 jogadores. Apesar da falta de um artilheiro até aqui, a metade do grupo utilizado, 16 deles, anotaram gols com a camiseta alvinegra.

Denis é 100%: goleiro atuou em todas as partidas do Figueirense – Letícia Martins/Guarani Futebol Clube

Denis, que terminou a temporada 2018 em baixa, fecha o primeiro semestre desse ano como uma realidade. É o atleta mais “fominha” do grupo já que esteve em 100% dos jogos da equipe até aqui.

Seguem mais alguns números:

29 jogos = 12 vitórias, 12 empates e 5 derrotas. Aproveitamento: 55%
30 gols marcados e 21 gols sofridos

32 jogadores utilizados até aqui.

Presença integral:
Denis – 29 jogos

Mais gols:
Matheus Lucas – 5 gols em 21 jogos

Artilharia dividida:
16 jogadores já marcaram gols pelo Figueira em 2019

Mais assistências:
Júlio Rusch – 3 assistências em 17 jogos

Mais amarelos:
Zé Antônio com 10 amarelos em 25 jogos

Lembra dele?
Wéverton, mundialmente conhecido por dar uma caneta em Neymar em um treino da seleção brasileira, jogou um jogo no estadual pelo Figueirense. Sem renovar seu contrato foi para o Cruzeiro-MG.

Futebol