Conteúdo por Gazeta Esportiva

Com Bravo, mas sem Vidal e Sánchez, Rueda convoca Chile para amistosos

O goleiro Claudio Bravo está de volta à seleção chilena depois de dois anos. Na noite desta quarta-feira, o técnico Reinaldo Rueda anunciou a convocação para os amistosos diante de Argentina e Honduras com o nome do arqueiro.

Bravo não era lembrado para servir seu país desde as duas últimas rodadas das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. Em sua partida derradeira, o Chile perdeu para a Seleção Brasileira e acabou ficando de fora do Mundial da Rússia.

Após o duelo, a relação do goleiro com a equipe foi desgastada por declarações de sua esposa, que acusou alguns jogadores, entre eles Arturo Vidal, de indisciplina durante a competição. O meia, no entanto, não reencontrará o goleiro, uma vez que não foi convocado, assim como o atacante Alexis Sánchez, próximo de trocar o Manchester United pela Inter de Milão.

A seleção chilena enfrentará a Argentina no dia cinco de setembro, em Los Angeles, em reedição da polêmica partida que decidiu o terceiro lugar da última Copa América. Cinco dias depois, mede forças com Honduras na casa do rival.

Confira a lista chilena para os amistosos:

Goleiros: Claudio Bravo (Manchester City-ING), Gabriel Arias (Racing-ARG) e Brayan Cortés (Colo-Colo).

Defensores: Paulo Díaz (Al Ahli-ARA), Igor Lichnovsky (Cruz Azul-MEX), Óscar Opazo (Colo-Colo), Sebastián Vegas (Morelia-MEX), José Bizama (Houston Dinamo-EUA), Felipe Campos (Colo-Colo), Alfonso Parot (Universidad Católica), Francisco Sierralta (Udinese-ITA) e Guillermo Soto (Palestino).

Meias: Charles Aránguiz (Bayer Leverkusen-ALE), Diego Valdés (Santos Laguna-MEX), Tomas Alarcón (O’Higgins), Claudio Baeza (Necaxa-MEX), Christian Bravo (Montevideo Wanderers-URU), Felipe Gutiérrez (Kansas City-EUA), César Pinares (Universidad Católica) e Ángelo Sagal (Juárez-MEX).

Atacantes: Jean Meneses (León-MEX), Diego Rubio (Colorado Rapids-EUA), Ignacio Jeraldino (Audax Italiano) e Eduardo Vargas (Tigres-MEX).

Mais Esportes