Conteúdo por Gazeta Esportiva

Com centroavantes em baixa, meias se destacam no ataque do Palmeiras

Veiga é um dos destaques do Palmeiras na temporada (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

Apesar da consistente temporada feita pelo Palmeiras, os centroavantes não conseguem seguir o ritmo da equipe. Responsáveis por exercer a função de referência no ataque, Borja, Deyverson e Arthur Cabral somam apenas nove gols, abrindo espaço para o protagonismo dos meias no comando ofensivo do time palestrino.

Se os atacantes possuem dificuldades em balançar as redes, os meio-campistas demonstram desenvoltura no fundamento, tanto é que o artilheiro da temporada é Gustavo Scarpa, dono de sete gols. O vice-goleador é Deyverson, que fez cinco tentos e tem a preferência diante de Borja (3) e Arthur Cabral (1).

Em seguida, três meias dividem a terceira posição na estatística, com quatro gols: Ricardo Goulart – já de volta ao futebol chinês –, Dudu e Raphael Veiga. O último, inclusive, garantiu a vitória sobre o Athletico-PR, no sábado, após converter pênalti sofrido pelo camisa 7. Com um tento a menos, Zé Rafael, que tem recebido mais chances na equipe, aparece na sequência.

Dos 51 gols do Palmeiras no ano, 26 vieram por meio de pontas e meio-campistas responsáveis por funções mais ofensivas, ou seja, mais de 50%. Os centroavantes, por outro lado, figuram apenas com nove, o que culmina em menos de 20%. O restante é dividido entre defensores e volantes, além de gols contra.

Diante desse cenário, Willian pode ser usado por Felipão centralizado no comando de ataque. Fora desde o último mês de dezembro, o jogador está recuperado de uma cirurgia para corrigir lesões nos ligamentos cruzado e colateral medial do joelho, e reunirá condições de jogo após a pausa para a Copa América.

O Palmeiras lidera o Campeonato Brasileiro, com 19 pontos –  o clube aguarda o julgamento do Superior Tribunal de Justiça Desportiva em relação ao pedido de anulação da vitória sobre o Botafogo. Na próxima quinta-feira, diante do Avaí, às 20 horas (de Brasília), pela 9ª rodada da competição, o Verdão torce por um melhor aproveitamento dos centroavantes para seguir na ponta.

*Especial para a Gazeta Esportiva

Mais Esportes