Conteúdo por Gazeta Esportiva

Com golaço de Ronaldo, Corinthians encaminhava título da Copa do Brasil há 10 anos

Ronaldo marcou um dos gols do Corinthians (Foto: Acervo Gazeta Press)

O Corinthians encaminhava o terceiro título da Copa do Brasil há 10 anos. No dia 17 de junho de 2009, a equipe comandada por Mano Menezes na época iniciou a decisão daquela edição do torneio com uma vitória por 2 a 0 sobre o Internacional jogando no Pacaembu para mais de 37 mil pessoas. Jorge Henrique e Ronaldo marcaram os gols dos mandantes.

O Alvinegro do Parque São Jorge confirmaria a conquista no Beira-Rio, onde arrancou o empate por 2 a 2 com tentos de Jorge Henrique e André Santos. Ao longo da competição, o Timão deixou pelo caminho Itumbiara, Misto, Athletico-PR, Fluminense e Vasco, além do próprio Inter.

Esse foi o terceiro caneco do Corinthians na Copa do Brasil – o clube já havia vencido o torneio em 1995 e 2002. Sem voltar a repetir o feito de lá para cá, o Alvinegro caiu para o Flamengo na atual edição da competição, perdendo os dois jogos das oitavas, tanto na Arena quanto no Maracanã.

Relembre o primeiro jogo da final de 2009 da Copa do Brasil

Fazendo valer o clima criado pela torcida no Pacaembu, o Corinthians dominou o início da partida, mas esbarrou em Lauro para não inaugurar o marcador. Logo no primeiro minuto, o goleiro fez ótima intervenção em cabeçada de Chicão. Na sequência, Ronaldo apareceu na frente do gol, mas não conseguiu tirar do arqueiro.

O Internacional conseguiu equilibrar a partida após a pressão inicial do Timão, porém, acabou saindo atrás em ótima trama ofensiva do rival. Jorge Henrique puxou contra-ataque, viu a passagem de Marcelo Oliveira na ponta esquerda e acionou o lateral em profundidade. Ele chegou cruzando para próprio camisa 23, que acompanhou a jogada para bater de chapa para o fundo das redes aos 26 minutos de jogo.

Após um começo fulminante, o jogo caiu em ritmo e o Corinthians contou com a esperteza de Elias e a categoria de Ronaldo para ampliar a vantagem aos sete minutos do segundo tempo. O meio-campista cobrou falta rápida e pegou a defesa colorada desprevenida. O centroavante saiu em velocidade, deu um corte seco na marcação e bateu de canhota para levar a Fiel ao delírio.

Relaxado depois de construir uma ampla vantagem, o Timão viu o Internacional pressionar em busca do valioso gol fora de casa, e foi aí que o Felipe apareceu. O goleiro defendeu cobrança de falta de Andrezinho, brecou Taison em jogada clara de gol e fez outra intervenção em arremate de Leandrão, assegurando o importante triunfo alvinegro no Pacaembu.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 2 x 0 INTER

Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)

Data: 17 de junho de 2009, quarta-feira

Horário: 21h50 (de Brasília)

Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)

Assistentes: Roberto Braatz (Fifa-PR) e Alessandro Álvaro Rocha de Matos (Fifa-BA)

Renda: R$ 1.825.748,00

Público: 36.614 pagantes (total de 37.438)

Cartões amarelos: Boquita, Souza, Alessandro e Douglas (Corinthians); Índio, Magrão e Leandrão (Inter)

Cartão vermelho: Leandrão (Inter)

GOLS:

CORINTHIANS: Jorge Henrique, aos 26 minutos do primeiro tempo; Ronaldo, aos sete minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Felipe; Alessandro, William, Chicão e Marcelo Oliveira (Diego); Cristian, Elias e Douglas, Jorge Henrique (Souza), Ronaldo e Dentinho (Boquita)

Técnico: Mano Menezes

INTERNACIONAL: Lauro; Danilo Silva, Índio, Álvaro e Marcelo Cordeiro; Sandro (Giuliano), Magrão, Guiñazu e Andrezinho (Glaydson); Taison e Alecsandro (Leandrão)

Técnico: Tite

Mais Esportes