Conteúdo por Gazeta Esportiva

Com poucos zagueiros, Corinthians terá de controlar cartões

O Corinthians retoma neste domingo, contra o CSA, às 16h (de Brasília), a sua temporada jogos oficiais, na Arena, já de olho em problemas no elenco. Depois de negociar Pedro Henrique e Marllon durante a parada, o técnico Fábio Carille ganhou Gil para ser o titular da zaga, mas tem de se preocupar com a escassez de opções que cerca os próximos jogos da equipe.

Atualmente, além de Gil, Carille tem à disposição Manoel e Henrique, que formaram a dupla titular na temporada até a chegada do reforço, como únicos atletas do elenco a jogarem partidas oficiais pelo clube como zagueiros titulares da equipe. Ambos já levaram um amarelo no Brasileiro e ficarão pendurados em caso de advertência.

Também listado e contratado para ser zagueiro, o uruguaio Bruno Méndez, outro que tem um amarelo no Brasileiro, só atuou como lateral direito até agora, devido à ausência de Fagner e Michel Macedo. Ele, aliás, só ficará à disposição contra CSA e Flamengo antes de rumar para a disputa dos Jogos Pan-Americanos.

O uruguaio perderá certamente os jogos contra o Montevideo Wanderers, pela Copa Sul-Americana, e as partidas frente a Fortaleza e Palmeiras, pelo Brasileiro. Caso o seu país avance à final do torneio, também não enfrenta o Internacional, no Beira-Rio.

Com essa baixa já marcada para o futuro, Carille terá como segundo suplente João Victor, de 21 anos, que ainda não atuou em partidas oficiais pelo clube. Ele foi aproveitado nos segundos tempos dos amistosos durante a parada para a Copa América. Carlos, lateral esquerdo, foi zagueiro na base e chegou a atuar ali por alguns minutos no jogo contra o Colo-Colo, no ano passado.

Com 12 pontos conquistados no Nacional, o Timão ocupa atualmente a décima colocação do torneio, com 13 a menos do que o líder Palmeiras. O Alvinegro, que busca uma reação na competição, ainda tem um jogo pendente da sétima rodada a fazer, diante do Goiás.

Futebol