Com rebaixamento consolidado Avaí quer jogar “pela honra” nesta Série A

Atualizado

Com o rebaixamento à Série B praticamente consolidado, o Avaí tem oito jogos restantes na Série A e, assim, busca manter a “honra” do clube em dia. Nesta quarta-feira (6) o Leão da Ilha recebe o badalado Santos, de Jorge Sampaoli e, Evando, quer a vitória no “jogo mais importante do ano”.

Goiás x Avaí, pela Série A 2019 Foto: Héber Gomes/Estadão Conteúdo

Com um quadro irreversível na Série A, o Avaí junta os cacos e busca encontrar objetivos na competição que prevê ainda oito jogos até o seu final. Para o técnico Evando o fato de vestir a camisa azurra já é um motivo suficiente para os atletas entrarem em campo e darem tudo de si.

Leia também

“O próximo jogo é o jogo mais importante”, resumiu Evando Camillato em coletiva pós-jogo no último domingo (3), depois da derrota para o Goiás por 2 a 0.

Até aqui o comandante do Leão da Ilha soma seis jogos e seis derrotas, além de contabilizar seis escalações diferentes. Para o duelo contra o Peixe, o time deve apresentar, mais uma vez, alterações.

O zagueiro Eduardo Kunde, o lateral Julinho e o atacante Jonathan, cumpriram suspensão e estarão a disposição do “Iluminado”. Jonathan, artilheiro do Avaí na Série A com três gols – ao lado de João Paulo – deve retomar a vaga no comando do ataque na vaga de Brenner.

Para superar a pior campanha

Com 17 pontos em 30 jogos disputados o Avaí tem o mesmo desempenho do América-RN que, em 2007, fez a pior participação de uma equipe em uma Série A de campeonato brasileiro desde a implantação dos pontos corridos, em 2003.

O Leão da Ilha, no entanto, tem oito jogos para fugir de tal marca negativa. De acordo com os dados do Departamento de Matemática da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) o Avaí reúne 99,993% de chance de rebaixamento.

Futebol