Competições de vela são atração no Norte da Ilha, em Florianópolis, no feriadão

A partir do dia 15 de novembro Florianópolis passa a ser a capital brasileira da vela com a realização de dois importantes eventos do calendário nacional, ambos na Sede Oceânica do Iate Clube de Santa Catarina, em Jurerê. O primeiro deles será o Sul-Brasileiro de Optimist, de 15 e 18, reunindo mais de cem velejadores da vela de base do país no feriado de Proclamação da República. Na sequência, os melhores atletas nacionais entram em ação para a realização da Copa Brasil de Vela, principal competição promovida pela CBVela (Confederação Brasileira de Vela) em parceria com o ICSC, de 19 a 24, válida como seletiva pan-americana e formação da equipe olímpica para a temporada 2019.

Sul-Brasileiro de Optmist e Copa do Brasil de Vela serão atração em Florianópolis - Green Multimídia/divulgação/ND
Sul-Brasileiro de Optmist e Copa do Brasil de Vela serão atração em Florianópolis – Green Multimídia/divulgação/ND

“Para nós é muito importante contar com uma competição que forma velejadores que num futuro próximo poderão representar o Brasil em Olimpíadas e Mundiais, caso do Sul-Brasileiro de Optimist, ao mesmo tempo que na semana seguinte teremos a nata do esporte por aqui, disputando vagas justamente em competições importantes como os Jogos Pan-Americanos, além de vaga na equipe olímpica”, ressalta Ildefonso Witoslawski Junior, Comodoro do Iate Clube de Santa Catarina.

A programação dos eventos tem início na quinta-feira, dia 15, com as primeiras regatas do Campeonato Sul-Brasileiro de Optimist. A expectativa é de que atletas de diversos estados participem da competição até o domingo (18) quando serão conhecidos os campeões de cada categoria. Com um trabalho forte feito na Escola de Vela e Flotilha de Optimist o Iate Clube de Santa Catarina disputa o evento com uma equipe renovada e em busca de grandes resultados.

“Nossa equipe tem reagido muito bem aos treinamentos e competições deste segundo semestre e o objetivo é brigar por boas posições tanto no masculino quanto no feminino. Competir em casa é sempre bom e dá mais confiança, mas a equipe sabe que será uma competição muito dura com muitos atletas querendo o título”, afirma Bernardo Luz, treinador da equipe de Optimist do Iate Clube de Santa Catarina.

Mais conteúdo sobre

Esporte