Confiante na recuperação, Valentim foca nos 29 jogos e lembra “dependemos da gente”

Alberto Valentim, técnico do Avaí – André Palma Ribeiro/Avaí FC

“Só dependemos da gente”. Essa foi uma das afirmações usadas pelo técnico do Avaí Alberto Valentim, em entrevista concedida à jornalista da RIC/Record TV, Grasiele Aguiar, direto de Águas Mornas onde o clube realiza sua intertemporada. Valentim lembrou dessa e de outras condições que o fizeram aceitar o convite para ser o novo técnico do Leão da Ilha.

Leia mais

A missão de Alberto Valentim não será nada fácil. Em último lugar com apenas quatro pontos somados em 27 disputados, o Avaí computa 12 jogos sem vitórias e, conforme a tabela apresenta, um triunfo não será suficiente para tirar o time do Z4.

Ciente de tudo isso e mais um pouco, o novo comandante do Leão revelou que, além da conversa com o técnico Geninho, o tempo para o trabalho foi determinante para que ele aceitasse tamanha missão.

“O tempo para trabalhar é um fator primordial, acredito muito na força do trabalho, essa entrega nos treinos, esse tempo foi importante para aceitar esse desafio que teremos em 29 partidas”, explicou.

Desde a parada para a Copa América passaram-se 19 dias. Apesar da folga dada aos atletas, o período em andamento é descrito pelo treinador como “sessões de treinos”. Mais que a bola em campo, Valentim lembra desse período em Águas Mornas onde dispõe de uma convivência de 24h com todos atletas e comissão técnica.

“Um período que estamos nos conhecendo cada dia mais, eu conhecendo as características individuais de cada um, nos conhecendo mais por estar em hotel, entendendo minha forma de trabalhar. Nós temos que levar isso para as 29 partidas que restam para o campeonato”, acrescentou.

Apesar do mau momento do clube na tabela,  o profissional é bem enfático ao lembrar que o grupo depende de si para reverter o quadro e, se possível, “se manter longe dos últimos quatro”.

“Temos que pensar e fazer a nossa parte. Pensar em o que estamos fazendo, para que lembrem a cada treino para essas 29 partidas. Só dependemos da gente”, projetou.

O grupo trabalha até a manhã da próxima sexta-feira no município de Águas Mornas onde, a tarde, retorna a Florianópolis para a semana decisiva antes da (re) estreia diante do Fortaleza. O jogo está marcado para às 17h do dia 13 de julho.

Futebol