Conteúdo por Gazeta Esportiva

Confira o histórico da Seleção Brasileira em estreias na Copa América

Atualizado

Chegou a hora do Brasil entrar em campo pela estreia da 46ª edição da Copa América, nesta sexta-feira às 21h30 (horário de Brasília), em duelo contra a Bolívia no Morumbi. A partida será a 36ª largada da Seleção Brasileira no torneio continental, já que não participou de dez edições da competição.

Ao todo, a equipe canarinha soma 24 vitórias, seis empates e cinco derrotas nas estreias, com 74,3% de aproveitamento dos pontos.

Das quatro vezes que o país sediou a Copa América, o Brasil venceu três estreias, contra o Chile em 1919 por 6 a 0, contra o Equador em 1949 por 9 a 1 e contra a Venezuela em 1989 por 3 a 1; além de um empate, contra o Paraguai em 1922, por 1 a 1. Ao todo, foram 19 gols marcados contra três sofridos.

Contra o adversário da vez, a Bolívia, o Brasil já estreou mais quatro vezes, com três vitórias e um revés. Em 1946, na Argentina, a equipe canarinha venceu por 3 a 0, já em 1953, no Peru, goleada por 8 a 1. Em 1979, jogando na Bolívia em edição do torneio sem sede fixa, os mandantes bateram a Seleção por 2 a 1. No confronto mais recente em estreias, vitória magra do Brasil por 2 a 1 em 1991, no Chile. Juntando os confrontos, os brasileiros balançaram as redes 14 vezes, contra quatro dos bolivianos.

A goleada de 1953, aliás, está entre as três maiores da Seleção nas largadas. Além do resultado amplo contra a Bolívia, a equipe canarinha goleou o Equador por 9 a 1, na edição de 1949 no Brasil, e passou pela Venezuela por 7 a 0, na edição do Paraguai em 1999.

Por outro lado, o time verde e amarelo também sofreu derrotas. A mais pesada foi na abertura da edição de 1956, no Uruguai, com derrota por 4 a 1 para o Chile. Na segunda Copa América, em 1917, novamente no Uruguai, os brasileiros caíram por 4 a 2 para os argentinos. Mais recentemente, na edição de 2007 na Venezuela, a equipe canarinha perdeu para o México por 2 a 0.

Maiores goleadas:

Brasil 9×1 Equador – 1949

Brasil 8×1 Bolívia – 1953

Brasil 7×0 Venezuela – 1999

Maiores derrotas:

Chile 4×1 Brasil – 1956

Argentina 4×2 Brasil – 1917

Brasil 0x2 México – 2007

No Brasil:

1919: Brasil 6×0 Chile

1922: Brasil 1×1 Paraguai

1949: Brasil 9×1 Equador

1989: Brasil 3×1 Venezuela

Três vitórias e um empate, 19 gols marcados, três gols sofridos.

Contra a Bolívia:

1946 (Argentina) – Brasil 3×0 Bolívia

1953 (Peru) – Brasil 8×1 Bolívia

1979 (sem sede fixa)- Bolívia 2×1 Brasil

1991 (Chile) – Brasil 2×1 Bolívia

Três vitórias e uma derrota, 14 gols marcados, quatro gols sofridos

Confira todas as estreias do Brasil na história da Copa América:

1916 – Argentina

8 de julho – Chile 1×1 Brasil – Buenos Aires

GOLS: Demósthenes (BRA); Salazar (CHI)

1917 – Uruguai

3 de outubro – Argentina 4×2 Brasil – Montevidéu

GOLS: Neco e Lagreca (BRA); Calomino, Ohaco (2) e Blanco

1919 – Brasil

11 de maio – Brasil 6×0 Chile – Rio de Janeiro

GOLS: Friedenreich (3), Neco (2) e Haroldo (BRA)

1920 – Chile

11 de setembro – Brasil 1×0 Chile – Viña del Mar

GOLS: Alvariza (BRA)

1921 – Argentina

2 de outubro – Argentina 0x1 Brasil – Buenos Aires

GOLS: Libonatti (ARG)

1922 – Brasil

17 de setembro – Brasil 1×1 Paraguai – Rio de Janeiro

GOLS: Tatu (BRA) e Bravo (CHI)

1923 – Uruguai

18 de novembro – Paraguai 0x1 Brasil – Montevidéu

GOLS: López (PAR)

1924 – Uruguai

O Brasil não participou da edição de 1924 da Copa América.

1925 – Argentina

6 de dezembro – Brasil 5×2 Paraguai – Buenos Aires

GOLS: Filó, Friedenreich, Lagarto (2) e Nilo (BRA); Rivas (2) (PAR)

1926 – Chile

O Brasil não participou da edição de 1926 da Copa América.

1927 – Peru

O Brasil não participou da edição de 1927 da Copa América.

1929 – Argentina

O Brasil não participou da edição de 1929 da Copa América.

1935 – Peru

O Brasil não participou da edição de 1935 da Copa América.

1937 – Argentina

27 de dezembro (de 1926) – Brasil 3×2 Peru – Buenos Aires

GOLS: Roberto, Afonsinho e Niginho (BRA); Fernández e Villanueva

1939 – Peru

O Brasil não participou da edição de 1939 da Copa América.

1941 – Chile

O Brasil não participou da edição de 1941 da Copa América.

1942 – Uruguai

14 de janeiro – Brasil 6×1 Chile – Montevidéu

GOLS: Patesko (2), Pirilo (3) e Cláudio (BRA); Dominguez (CHI)

1945 – Chile

18 de janeiro – Brasil 3×0 Colômbia – Santiago

GOLS: Jorginho, Heleno e Jaime de Almeida (BRA)

1946 – Argentina

16 de janeiro – Brasil 3×0 Bolívia – Buenos Aires

GOLS: Heleno (2) e Zizinho (BRA)

1947 – Equador

O Brasil não participou da edição de 1947 da Copa América.

1949 – Brasil

3 de abril – Brasil 9×1 Equador – Rio de Janeiro

GOLS: Tesourinha (2), Octávio, Jair (2), Simão (2), Zizinho e Ademir (BRA); Cuchuca (EQU)

1953 – Peru

1 de março – Brasil 8×1 Bolívia – Lima

GOLS: Julinho (4), Rodrigues (2) e Pinga (2) (BRA); Ugarte (BOL)

1955 – Chile

O Brasil não participou da edição de 1955 da Copa América.

1956 – Uruguai

24 de janeiro – Chile 4×1 Brasil – Montevidéu

GOLS: Hormazábal (2), Meléndez e Sanchez (CHI); Maurinho (BRA)

1957 – Peru

13 de março – Brasil 4×2 Chile – Lima

GOLS: Didi (3) e Pepe (BRA); Ramírez e Fernández (CHI)

1959 – Argentina

10 de março – Brasil 2×2 Peru – Buenos Aires

GOLS: Didi e Pelé (BRA); Seminario (2) (PER)

1959 – Equador

5 de dezembro – Brasil 3×2 Paraguai – Guayaquil

GOLS: Paulo (2) e Zé de Mello (BRA); Parodi e Benítez (PAR)

1963 – Bolívia

10 de março – Brasil 1×0 Peru

GOLS: Flávio (BRA)

1967 – Uruguai

O Brasil não participou da edição de 1967 da Copa América.

1975 – Sem sede fixa

31 de julho – Venezuela 0x4 Brasil – Caracas

GOLS: Romeu, Danival e Palinha (2) (BRA)

1979 – Sem sede fixa

26 de julho – Bolívia 2×1 Brasil – La Paz

GOLS: Aragonés (2) (BOL); Roberto Dinamite (BRA)

1983 – Sem sede fixa

17 de agosto – Equador 0x1 Brasil – Quito

GOLS: Roberto Dinamite (BRA)

1987 – Argentina

26 de junho – Brasil 5×0 Venezuela – Córdoba

GOLS: Edu Maragon, Morovic (contra), Careca, Nelsinho e Romário (BRA)

1989 – Brasil

1 de julho – Brasil 3×1 Venezuela – Salvador

GOLS: Bebeto, Geovani e Baltazar (BRA)

1991 – Chile

9 de setembro – Brasil 2×1 Bolívia – Viña del Mar

GOLS: Neto e Branco (BRA); Sánchez (BOL)

1993 – Equador

18 de junho – Brasil 0x0 Peru – Cuenca

1995 – Uruguai

7 de julho – Brasil 1×0 Equador

GOLS: Ronaldão (BRA)

1997 – Bolívia

13 de junho – Brasil 5×0 Costa Rica

GOLS: Djalminha, González (contra), Ronaldo (2) e Romário

1999 – Paraguai

30 de junho – Brasil 7×0 Venezuela

GOLS: Ronaldo (2), Emerson, Amoroso (2), Ronaldinho e Rivaldo

2001 – Colômbia

12 de julho – Brasil 0x1 México – Cali

GOLS: Borgetti (MEX)

2004 – Peru

8 de julho – Brasil 1×0 Chile – Arequipa

GOLS: Luís Fabiano (BRA)

2007 – Venezuela

27 de junho – Brasil 0x2 México – Puerto Ordaz

GOLS: Castillo e Morales (MEX)

2011 – Argentina

3 de julho – Brasil 0x0 Venezuela – La Plata

2015 – Chile

14 de junho – Brasil 2×1 Peru – Temuco

GOLS: Neymar e Douglas Costa (BRA); Cueva (PER)

2016 – Estados Unidos

4 de junho – Brasil 0x0 Equador – Pasadena

Futebol