Conteúdo por Gazeta Esportiva

Consultor da RBR indica favorecimento à Mercedes na Fórmula 1

A polêmica envolvendo a vitória de Lewis Hamilton e a punição dada a Sebastian Vettel no Grande Prêmio do Canadá de Fórmula 1, realizado no último fim de semana, fez-se levantar discussões quanto ao critério aplicado pela FIA. E em meio a uma série de imagens divulgadas nas redes sociais apresentando momentos semelhantes em que não foi aplicada nenhuma espécie de punição, Helmut Marko indicou um suposto favorecimento a Mercedes.

Em entrevista concedida a revista alemã Auto Bild, o consultor da Red Bull Racing apontou alguns supostos casos em que a Mercedes foi favorecida, como na construção dos pneus para a temporada 2019, com uma camada menor de borracha. Marko afirmou que os compostos foram feitos sob medida para a equipe alemã.

“É perceptível que a regra muda e as decisões ultimamente sempre foram boas para a Mercedes. Por exemplo, a Pirelli trocou os pneus para 2019 para não superaquecerem, mas no ano passado só a Mercedes teve problemas com eles. De repente, em 2019, a Mercedes sempre consegue as temperaturas na janela de trabalho correta. Todos os outros, não”, disse Helmut Marko.

“Os conceitos de todos os carros eram de menos pressão aerodinâmica. Só a Mercedes construiu um carro com muita pressão aerodinâmica e tração e, em retrospectiva, foi exatamente a forma de aproveitar ao máximo esses novos pneus”, completou.

Na atual temporada, a Mercedes venceu as sete provas disputadas. Com o triunfo no Canadá, Hamilton se isolou na liderança do Mundial de Pilotos com 162 pontos. Seu companheiro Valtteri Bottas é o vice-líder com 132. Punido, Vettel foi a 100 pontos após terminar na segunda posição. Em meio a supremacia da Mercedes, Marko levantou a hipótese de a equipe ter recebido antes das demais os parâmetros dos novos pneus.

“Não posso provar que a Mercedes conseguiu dados antes de nós, mas não posso descartar isso. Nós, da RBR, veremos de perto o desenvolvimento futuro da Fórmula 1 e também haverá discussões com a Pirelli”, finalizou.

Mais Esportes