Conteúdo por Gazeta Esportiva

Contra o Palmeiras, Carille reencontrará “referência” Felipão

Treinadores só se enfrentaram uma vez (Fotos: Djalma Vassão e Fernando Dantas/Gazeta Press)

A diferença de idade entre os dois é de 25 anos, mas, dentro de campo, há quem diga que o estilo de jogo é muito parecido. Neste domingo, Fabio Carille e Felipão novamente ficarão frente a frente, às 19h (de Brasília), quando o Corinthians recebe o Palmeiras em Itaquera, pela 13° rodada do Campeonato Brasileiro.

Os dois comandantes só se enfrentaram uma vez, neste ano, na vitória por 1 a 0 do Timão sobre o Alviverde, no Allianz Parque, ainda pela quinta rodada do Campeonato Paulista. Na ocasião, o técnico corintiano não escondeu a admiração pelo treinador palmeirense.

“Fiz questão de ir lá abraçá-lo e dizer o quanto é gratificante enfrentá-lo”, disse.

Se o estilo de jogo de ambos, com uma maior ênfase na consistência defensiva, pode ser considerado parecido, aliás, não é por acaso. Carille revelou que tem Felipão como uma de suas referências e, portanto, se espelha de alguma forma no trabalho do ex-treinador da Seleção Brasileira.

“É uma das nossas referências: Luxemburgo, Abel, Felipão. Ouvi falar muito do Felipão, 2009 e 2010 com Ronaldo e Roberto Carlos. Cara que todos gostam, sabe fazer o ambiente ficar legal. Conquistas desde 1996, com o Grêmio. Foi muito bom conhecer, dar um abraço, porque é uma das minhas referências”, explicou.

Deixando um pouco o companheirismo e admiração de lado, tanto Felipão quanto Carille precisam muito da vitória neste domingo. Pelo lado corintiano, os três pontos fariam a equipe encostar no G4 e mudar a perspectiva na competição, ao passo que no lado palmeirense, o triunfo serviria para espantar de vez a desconfiança e, dependendo do resultado do jogo do Santos, retomar a liderança do Brasileiro.

Futebol