Craque da Costa Rica, Bryan Ruiz nega rumores de brigas na seleção

Meia Bryan Ruiz concedeu entrevista coletiva nesta terça-feira, em São Petersburgo (Foto: Twitter/Reprodução)
Meia Bryan Ruiz concedeu entrevista coletiva nesta terça-feira, em São Petersburgo (Foto: Twitter/Reprodução)

O clima na concentração da Costa Rica em São Petersburgo não é dos melhores, mas, ao menos no que garante o meia Bryan Ruiz, não há brigas ou qualquer tipo de divisão no plantel comandando por Óscar Ramírez. Nos últimos dias, circulou por redes sociais rumores de que o grupo estaria rachado, principalmente depois da derrota na estreia da Copa do Mundo para a Sérvia. Na sexta-feira, o adversário será o Brasil.

Tudo começou quando uma câmera de TV registrou uma discussão entre Johan Venegas e ‘Pipo’ González depois de uma bolada em uma roda de bobinho. Pouco depois, passou a circular no Whatsapp um texto que apontava para uma divisão entre jogadores que atuam na Europa e os que jogam nos Estados Unidos. Por isso, nesta terça-feira, o capitão e craque Bryan Ruiz resolveu quebrar o protocolo de só falar um dia antes do jogo para esclarecer as coisas.

– Acredito que há certo oportunismo de certa pessoas depois das derrotas. O que passou ontem no Facebook da Federação é algo que acontece normalmente. Depois de tanto tempo de convivência, algumas coisas são normais, mas não há problema. No fim, os dois estavam morrendo de rir. É algo sem pé nem cabeça. Nós queremos esclarecer a situação. Nesses momentos, queremos unir a seleção para um jogo muito difícil – disse o capitão costarriquenho.

Mais conteúdo sobre

Esporte