Conteúdo por Gazeta Esportiva

Criciúma confirma a saída do treinador Gilson Kleina

Gilson Kleina se despede do Criciúma com 38,09% de aproveitamento (Foto: Caio Marcelo/CEC)

O Criciúma anunciou, nesta segunda-feira, a demissão do treinador Gilson Kleina. A decisão foi confirmada através de uma coletiva de imprensa, com a presença do presidente Jaime Dal Farra e do executivo de futebol João Carlos Maringá, além do treinador.

Apenas com a Série B do Campeonato Brasileiro por jogar, o Tigrão não faz boa campanha na competição. A equipe figura na 18ª colocação e está há cinco jogos sem vitórias.

“É com tristeza que a gente comunica esse comum acordo que tivemos com o Kleina. Foi um acordo bom para o Criciúma e bom para ele, posso deixar claro isso. Parabenizo pelo trabalho que fez, era de segunda a segunda, grande caráter, trabalhador, e de muita qualidade também”, anunciou o presidente Jaime Dal Farra.

Gilson Kleina chegou em março ao clube, falando em “reação” e “ajustar o time o mais rápido possível”. Entretanto, não foi isso o que aconteceu. Mesmo com reforços como Léo Gamalho e Wesley, o agora ex-comandante do Criciúma não conseguiu colecionar bons resultados e a situação se complicou depois da sequência sem vitórias.

“Tenho respeito pelo Criciúma, foi onde eu comecei. De sábado para domingo eu não dormi, foi aqui onde tudo começou, o clube que me abriu as portas para o cenário nacional, a gente teve uma trajetória bonita. Eu tinha certeza que teríamos a virada contra o Operário-PR e no próximo jogo, contra o Sport, mas as coisas não aconteceram”, disse o treinador em sua despedida.

Kleina se despede do Criciúma depois de 21 jogos, com seis vitórias, seis empates e nove derrotas. Foram 38,09% de aproveitamento.

Futebol