Conteúdo por Gazeta Esportiva

Criciúma recebe São Bento em duelo de desesperados da Série B

Atualizado

Criciúma e São Bento definitivamente não vivem uma boa fase na Série B do Campeonato Brasileiro. Nas duas últimas colocações da tabela, catarinenses e paulistas precisam desesperadamente de uma vitória na luta contra o rebaixamento para a Série C.

As equipes se enfrentam neste sábado, às 19h (Brasília) em Santa Catarina, buscando o reencontro com a vitória em duelo marcado para a 31ª rodada do torneio nacional.

(Foto: Celso da Luz/Criciúma)

O Criciúma aparece na 19ª posição da tabela com 30 pontos, cinco a menos que o Londrina, primeira equipe fora da zona da degola. A equipe vem três empates e duas derrotas nos últimos cinco jogos e conta com uma dúvida no comando de ataque: Julimar, que é dúvida após pancada no joelho ou Reis.

“Torcemos para ele (torcedor) encher o estádio, nos apoie. E nós temos que fazer nosso papel em campo. Temos que arrancar essa vitória do São Bento. Em casa temos que nos impor. Temos que conseguir a vitória, não tem outro resultado”, disse o lateral Marlon. Os ingressos para a partida custam R$ 10.

No lado paulista, o São Bento vive fase ainda mais difícil. A equipe de Sorocaba é a lanterna com 28 pontos, sete a menos que o Londrina após três derrotas e um empate nas últimas quatro rodadas. Mesmo com tarefa difícil, o técnico Milton Mendes ainda não jogou a toalha.

“Tenho que dizer ao nosso torcedor que ficou mais difícil, mas ainda temos chances. Não vou jogar a toalha, enquanto tivermos condições matemáticas vamos lutar e ser dignos de vestir a camisa do São Bento”, declarou o comandante.

FICHA TÉCNICA

CRICIÚMA X SÃO BENTO

Local: Heriberto Hülse

Data: 2 de novembro 2019, sábado

Horário: 19h (de Brasília)

Árbitro: Ronei Candido Alves (MG)

Assistentes: Ricardo Junio de Souza (MG) e Fernanda Nândrea Gomes Antunes (MG)

CRICIÚMA: Luiz; Carlos Eduardo, Liel, Sandro e Marlon; Eduardo, Wesley, Foguinho e Daniel Costa; Andrew e Julimar (Reis)

Técnico: Roberto Cavalo

SÃO BENTO: Henal; Marcos Martins, Alisson, Joílson e Mansur; Fabio Bahia, Paulinho e Rodolfo; Caio Rangel, Paulinho Bóia e Zé Roberto

Técnico: Milton Mendes

Futebol