Damião aprova ‘liberdade’ de Cícero como meia para ajudar no ataque

Com a provável escalação de Alison no meio, Cícero assumirá a função de armador, e com isso pode ter mais espaço para subir ao ataque; Camisa 8 é o artilheiro do time 

Divulgação

Caso se concretize a escalação do volante Alison no lugar de Gabriel, Cícero será o armador do Santos na segunda partida da final do Paulista no domingo, às 16 horas, no Pacaembu. Com isso, Leandro Damião pode ganhar companhia na hora de atrapalhar a melhor defesa do campeonato, com apenas dez gols em 18 jogos. Para o camisa 9, o meia será um bom reforço par ao jogo aéreo.

– A maioria dos centroavantes gostam de bola aérea. Nesse jogo a gente tem o Cícero também, que é um belo cabeceador. Espero que ele possa entrar na área, para a gente poder trabalhar um pouco na zaga e fazer o gol – disse Leandro Damião após o treino desta quinta-feira.

De dez gols, seis vazaram a zaga do Galo de Itu com bolas paradas, fato que agrada o centroavante do Peixe, que é um dos mais procurados nos cruzamentos da equipe. Porém, será preciso mais do que bolas alçadas na área do adversário, será preciso ludibriar os marcadores.

– O Doriva está de parabéns  pela equipe que montou, tem jogadores de experiência. São jogadores com bastante qualidade, mas a gente tem que saber jogar. Com uma bola aérea a gente vai conseguir fazer gols, e para isso a gente tem que trabalhar – disse o atacante sobre um possível gol de cabeça.

Com 5 gols no Estadual, Damião marcou seu último na vitória de 3 a 2 sobre o Penapolense, justamente pelo alto.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Esportes

Loading...