Conteúdo por Gazeta Esportiva

Decisivo em final, Everton celebra artilharia na Copa América

Atualizado

O atacante Everton deixou sua marca na vitória do Brasil por 3 a 1 sobre o Peru, neste domingo, no Maracanã, e se tornou o artilheiro da Copa América 2019, com três gols, empatado com Paolo Guerrero, a quem ‘secou’ – sem sucesso – na cobrança de pênalti que resultou no único tento adversário.

“Fui artilheiro, né. Torci para ele [Guerrero] perder o pênalti, mas nem pela artilharia, mais pelo jogo mesmo. Feliz por ter feito três gols na competição, agradeço meus companheiros que me deram assistências e que contribuíram para isso ter acontecido”, disse Everton, em entrevista à TV Globo.

Mais do que a artilharia dividida com o peruano, o jogador do Grêmio celebrou sua volta por cima na reta final da competição. Após ser discreto no triunfo sobre a Argentina, pelas semifinais, Everton abriu o placar diante do Peru e sofreu o pênalti convertido por Richarlison, que deu números finais à decisão.

“No último jogo fiquei meio apagado, fiquei chateado com a minha atuação, mas hoje botei na minha cabeça que tinha que fazer o meu melhor e me entregar, dar o sangue pelos meus companheiros. Fui feliz com o gol e acabei sofrendo o pênalti no final”, celebrou.

Everton marcou o seu primeiro gol com a camisa da Seleção na vitória por 3 a 0 sobre a Bolívia, pela estreia da Copa América, no Morumbi. Antes de balançar as redes na final, o atacante já havia marcado no Peru, na goleada por 5 a 0, pela segunda rodada da fase de grupos, em Itaquera.

Copa América