Conteúdo por Gazeta Esportiva

Deco rebate ex-Barça após acusação de treinar bêbado: “Nem vale dar ibope”

As declarações de Hleb não passaram em branco por Deco. Após o bielorruso dizer que o brasileiro naturalizado português e Ronaldinho Gaúcho apareciam nos treinamentos do Barcelona bêbados e foram vendidos para não atrapalhar o desenvolvimento de Messi, o ex-meia aproveitou seu amistoso beneficente em Indaiatuba para rebater as acusações.

“Ronaldinho e Deco chegaram a treinar bêbados. Sabem por que o Barcelona os vendeu em 2008? Porque tinham medo que estragassem Messi”, afirmou o jogador de 38 anos, que defende atualmente o Bate Borisov, clube de seu país natal.

Apesar da fala, Hleb chegou ao Barça em 2008, pouco depois do time vender Deco ao Chelsea, da Inglaterra, e Ronaldinho, ao Milan, portanto nunca dividiu vestiário com a dupla.

“Tem que perguntar para ele de onde veio a informação, porque ele não jogou comigo, não jogou com ninguém e não estava lá na época para saber”, respondeu o ex-meia quando questionado sobre as palavras do bielorusso.

É até difícil lembrar do nome dele”, replicou Deco no momento em que foi perguntado em relação ao assunto. “Eu não tenho nada para dizer para ele, nunca joguei com ele, joguei contra uma ou duas vezes. É que tem gente que fala tanta bobeira que não vale nem a pena a gente comentar, dar ibope para quem não merece”, completou.

Em clima de festa, o brasileiro naturalizado português reuniu craques em Indaiatuba para a terceira edição do evento “Deco & Amigos”, que teve toda a renda revertida para os Voluntários de Apoio no Combate ao Câncer (Volacc), organização sem fins lucrativos que oferece assistência social às famílias de pessoas com câncer. Denilson, Alex, Amoroso, Luizão, Carlos Alberto, Djalminha, Fabinho e Edmundo foram alguns dos nomes presentes.

“É legal (o carinho da torcida), é sinal de que a gente tem uma história bonita, de respeito. As pessoas reconhecem isso, tem vontade de ver, não só eu, mas como todos os outros jogadores. Foi legal, fiquei feliz”, disse Deco.

*Especial para a Gazeta Esportiva

Futebol