Defensores aparecem em campo e podem reforçar Peixe no San-São

Zagueiro Gustavo Henrique teve desgaste muscular e treinou com bola. Victor Ferraz tem lombalgia mecânica, mas se sente melhor e correu em volta do gramado

O treino do Santos desta segunda-feira serviu para deixar mais dúvidas para o técnico Dorival Júnior escalar o time que enfrenta o São Paulo, na quarta-feira, às 22h, no Morumbi, pela ida da semifinal da Copa do Brasil. O zagueiro Gustavo Henrique e o lateral-direito Victor Ferraz, que estavam no departamento médico, estiveram no campo do CT Rei Pelé nesta segunda-feira.

O camisa 4, que tem fortes dores nas costas, por conta de uma lombalgia mecânica, correu em volta do gramado pela primeira vez desde que se afastou dos gramados, na 20ª oitava do Brasileirão, quando o Peixe bateu o Internacional na Vila Belmiro.

Já Gustavo Henrique, que teve desgaste muscular e foi substituído na partida contra o Fluminense, trabalhou com bola, junto dos outros reservas.

Dorival Júnior comandou uma atividade só com jogadores suplentes, enquanto os titulares que venceram o Goiás estavam na academia, fazendo regenerativo. Foi feito um treinamento coletiva e tático, em que Gabigol e Geuvânio estiveram presentes.

Ficou fora o zagueiro David Braz, que estava suspenso contra o Goiás, pois ele sentiu um desconforto na coxa direita, mas não preocupa para o clássico de quarta-feira.

O Santos volta ao CT Rei Pelé na terça-feira, no período da tarde.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Esportes

Loading...