Depois de foto e vídeo emocionado, Edmundo será o novo “garoto-propaganda” do Figueirense

Atualizado

A presença de Edmundo em Florianópolis tem uma explicação base: o ex-artilheiro será uma espécie de garoto-propaganda do Figueirense que quer o título da Recopa Catarinense e, mais que qualquer coisa, o acesso à Série A ao final da temporada. O “Animal” terá a função de fazer um elo para que o torcedor volte a lotar as dependências do estádio Orlando Scarpelli.

Edmundo tem presença confirmada na capital de Santa Catarina. Se não pelos bens que ostenta em Florianópolis, na memória dos torcedores alvinegros que viveram um caso de amor com o atleta em 2005. Apesar do pouco tempo no clube, anotou 17 gols em cerca de 30 jogos e caiu nas graças do torcedor.

Nessa semana uma foto vazou pelas redes sociais onde o “ídolo” foi visto em um restaurante na companhia do presidente Cláudio Honigman e sua cúpula. O motivo do encontro foi justificado horas depois onde o clube divulgou um vídeo que o hoje comentarista de televisão fez uma convocação para o torcedor. Relembrou sua passagem em discurso emocionado que resgata e realça a paixão do torcedor para com o clube do Estreito.

E será esse o seu papel daqui pra frente. Edmundo deverá ser um “mobilizador da torcida” já para o jogo decisivo da Recopa Catarinense, dia 4 de julho, contra o Brusque, no estádio Orlando Scarpelli. O jogo vale a taça da competição que será realizada pela primeira vez pela FCF (Federação Catarinense de Futebol) e une os campeões do estadual e da taça da federação em 2018.

Edmundo fará esse meio-campo. Grosso modo entra para substituir a condição de garoto propaganda que era do ex-meia Fernandes, que há um mês acertou seu desligamento do clube.

Impasse nas datas

O Figueirense aguarda uma posição da CBF já que o dia 4 de julho, data da competição local, também está marcado o clássico entre Figueirense e Avaí válido pelo campeonato brasileiro sub23, o brasileirão de Aspirantes.

O clube revelou que a prioridade será a recopa. Em contato com a FCF, Marcelo Negreiros, assessora da entidade, gentilmente revelou que a data da recopa dificilmente será alterada já que há um acordo televisivo para a transmissão.

A CBF, também por ser feriado e não ter expediente, não atendeu nem retornou os contatos da reportagem. A tendência é que na próxima semana saia uma definição para o impasse.

Futebol