Depois de vitória, Lisca se declara a torcida: “Tenho um caso de amor”

Foto: Mauro Jefferson/Cearasc.com
Foto: Mauro Jefferson/Cearasc.com

Em oito jogos no comando do Ceará em 2018, o técnico Lisca já conseguiu muito mais do que Marcelo Chamusca e Jorginho conseguiram em resultados com o Vozão no Campeonato Brasileiro da Série A com as duas primeiras vitórias da equipe na competição.

Extremamente identificado com o clube e com a torcida desde sua passagem anterior em 2015, o técnico não mediu as palavras para demonstrar como tem carinho especialmente com os torcedores do Alvinegro Cearense em meio a comemoração do triunfo por 1 a 0 contra o Fluminense:

– Time jogou muito hoje, o treinador é só o representante. Eu já tenho um caso de amor com a torcida desde 2015. Ninguém apaga isso. Ninguém vai apagar. Agora, é cumprimentar os jogadores, porque nós merecemos a vitória, jogamos, ganhamos, perdemos algumas chances, tivemos bola na trave, bola passando perto. Controlamos bem o Fluminense.

A respeito da subida para a vice-lanterna com 11 pontos, tendo que aguardar a confirmação de acordo com o resultado do agora lanterna Atlético-PR diante do Vitória na Arena da Baixada, Lisca pontuou que o momento é de recuperar o tempo perdido e não pensar apenas em “número mágico” para escapar do rebaixamento:

– Subimos mais três pontos, mais uma vitória. Agora faltam 11 para a gente chegar ali perto dos 44, 45. Mas é aquilo que eu falei pros jogadores: “Não adianta também a gente pensar: ‘Ah, ainda faltam 11, mas ainda têm 23 rodadas’. Aí, a gente acaba protelando. E acha que ainda tem… Nós não temos gordura. Nós precisamos produzir, nós precisamos ganhar jogo.

Mais conteúdo sobre

Esporte