Conteúdo por Gazeta Esportiva

Diretor da F1 se emociona ao ver filho de Schumacher vencer corrida

A emoção correu o corpo de Ross Brawn, atual diretor esportivo da Fórmula 1, ao ver Mick Schumacher vencer pela primeira vez uma corrida da Fórmula 2, no último final de semana. Brawn, que foi engenheiro do pai de Mick, o heptacampeão Michael Schumacher, disse que o momento trouxe muitas lembranças à memória.

“Eu não estava na pista, mas foi um momento emocionante vê-lo erguer os braços no céu, e não posso negar que isso me fez lembrar de seu pai Michael. Ele teve de lutar pela vitória sem cometer erros e esteve a corrida toda pressionado por Nobuharu Matsushita. A vitória veio depois de um período de falta de sorte e isso lhe dará mais confiança”, disse.

Mick venceu sua primeira corrida da Fórmula 2 no último domingo, na Hungria (Foto: Reprodução)

Brawn trabalhou com Schumacher pai tanto na Benetton quanto na Ferrari, tempos depois. As comemorações do pódio foram observadas pela mãe, avó e irmã de Mick, bem como pelo chefe da equipe da Ferrari, Mattia Binotto, e pela gerente de Michael, Sabine Kehm, que agora supervisiona a carreira de Mick.

Com todos os holofotes em cima do jovem de apenas 20 anos e que corre pela equipe da Prema Racing, Brawn acredita que o nome de Schumacher é ainda muito forte na mídia, mas que o piloto precisa saber lidar com a situação para colher bons resultados.

“Os esforços do Schumacher mais jovem têm capturado a imaginação de toda a mídia do mundo, e isso só mostra o quão o nome Schumacher ainda significa e quanta atenção pode gerar. A Mick precisa ser permitido progredir calmamente para vermos onde ele fica neste mundo competitivo de jovens”, finalizou.

A primeira vitória de Mick Schumacher no circuito da Fórmula 2 aconteceu em Hungaroring, na Hungria, no último domingo. Ele ocupa apenas a 11ª colocação na classificação, na competição que é liderada por Nyck de Vries e o brasileiro Sérgio Sette Câmara em terceiro lugar.

Mais Esportes