Conteúdo por Gazeta Esportiva

Diretoria do Botafogo tenta empréstimo para pagar salários

O Botafogo despencou na classificação do Campeonato Brasileiro e briga contra o rebaixamento. Para piorar, o clube vive situação financeira dramática e vem tentando nos últimos dias empréstimos para pagar os salários atrasados do elenco.

(Foto: Vítor Silva/ Botafogo)

O atraso no salários dos jogadores é de um mês e meio, que pode aumentar em mais um mês nesta quinta-feria, quando vence o mês de outubro. Nos últimos dias, o gerente de futebol, Anderson Barros, foi até São Paulo em busca de um empréstimo, mas não teve êxito.

Membros do “Mais Botafogo”, grupo político ligado a atual diretoria, também tem buscado a arrecadação de um montante para debitar pelo menos um mês de salário. O ex-presidente Carlos Augusto Montenegro foi procurado, mas também nada foi acertado.

A Estrela Solitária tenta arrecadar a quantia para pagar os salários até quinta-feira, dia do clássico contra o Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro. A diretoria teme uma debandada antes do fim da Série A, caso o atraso passe dos três meses, quando jogadores podem entrar na Justiça pedindo a liberação.

Enquanto nada é decidido, o técnico Alberto Valentim iniciou nesta terça-feira a preparação para o clássico. No entanto, o treinador só deve colocar em campo uma possível formação nesta quarta-feira. Com 33 pontos, os alvinegros podem terminar a rodada na zona de rebaixamento dependendo dos resultados.

Futebol