Conteúdo por Gazeta Esportiva

Dirigente estipula prazo para a Botafogo S.A

A diretoria do Botafogo colocou como meta a criação da S.A. para sanar as finanças do clube. Segundo o vice-presidente comercial e de marketing e membro do Comitê Executivo de Futebol , Ricardo Rotenberg, os alvinegros podem definir o projeto durante o Campeonato Brasileiro.

“Tem muita gente se aproximando e já estamos compartilhando com a transição. Estamos acreditando que durante o Brasileiro o Botafogo mudará para empresa. Vai ser primeiramente uma delegação do Botafogo de Futebol e Regatas para a S.A para depois entrar formalmente na CBF no final do ano. Tem a Lei de Empresas que está parada no Senado que, aprovando, facilita muito e essa mudança pode ser no meio”, disse ao canal do jornalista Jorge Nicola.

Vitor Silva/Botafogo

O dirigente alvinegro estipulou um prazo para que a S.A. já esteja pronta para ser implementada no clube carioca: “O grupo de investidores não está completo. Esperamos que em 45 dias a gente complete. A pandemia atrapalhou, mas a construção da Botafogo S/A não parou. Enquanto não se equacionar essa pandemia, esses parceiros internacionais se sentem um pouco mais distantes de um investimento. A S/A Está em fase avançada, esperamos lá para outubro, no meio do campeonato, ter a empresa pronta, feita, já com investidores. Eles vão começar devagar, com bastante austeridade, mas mais equilibrado e crescendo pouco a pouco”, declarou.

Para a atual diretoria do Botafogo, somente com a criação a S.A. o clube poderá ser capaz de voltar a ser competitivo nos cenários nacional e internacional.

Futebol