Disputa do título centraliza atenções no segundo dia do Oi SuperSurf de Florianópolis

A disputa do título brasileiro centralizou as atenções no segundo dia do Oi SuperSurf de Florianópolis, com metade dos 14 concorrentes à liderança do ranking competindo nesta quinta-feira (10) de boas ondas de dois a três pés na praia da Joaquina.

Divulgação

Dia de boas ondas na Joaquina

Os líderes, Flavio Nakagima e Hizunomê Bettero, acabaram eliminados e deixaram o caminho livre para nove surfistas brigarem pela ponta: o cearense Charlie Brown, o paulista Thiago Camarão, o capixaba Krystian Kymerson e o pernambucano Ian Gouveia venceram suas baterias e seguem na briga.

Assim como cinco que ainda não estrearam em Floripa: o paranaense Jihad Khodr, o paulista Thiago Guimarães, os baianos Marco Fernandez e Alandreson Martins e o cearense Messias Felix. 

Um dos destaques do dia foi o jovem pernambucano Gabriel Farias, 20 anos, o verdadeiro carrasco dos líderes do ranking brasileiro na quinta-feira em Florianópolis. Primeiro, ele venceu o terceiro colocado, Hizunomê Bettero, no confronto que abriu a terceira fase do Oi SuperSurf na Ilha da Magia.

Depois, Gabriel ganhou o primeiro confronto da quarta fase contra Flavio Nakagima. O catarinense Cauê Wood também se classificou.

Outro catarinense que também se deu bem foi Willian Cardoso, que estreou com vitória na terceira bateria da terceira fase. A competição prossegue hoje, desde que as condições do mar estejam ideais.

Mais conteúdo sobre

Surfe