Dívida do Flu com Al-Jazira atrapalha o Timão em negócio por Rafael Sobis

Fluminense tem duas parcelas de 570 mil euros em aberto com os árabes e pediu ao Corinthians que ajude para liberar o atacante. Cristovão pediu sua permanência

Divulgação

O Corinthians ainda busca um acordo com o Fluminense para acertar a chegada do atacante Rafael Sobis nos próximos dias. Nas conversas entre as diretorias, o Flu pediu que o Timão ajudasse a quitar parte do débito com o Al-Jazira, quando o jogador foi contratado em definitivo em julho de 2012. São duas parcelas ainda abertas, de 570 mil euros cada (cerca de R$ 1,8 milhão cada – total de R$ 3,6 milhões).

O clube paulista, por sua vez, entende que já terá um gasto considerável pagando os salários do jogador, entre R$ 350 mil e R$ 400 mil mensais. Sobis tem contrato com o Flu até 19 de julho de 2015, e a ideia é trazê-lo por empréstimo até o fim do ano.

Nesta sexta-feira, a diretoria do Corinthians e o empresário de Rafael Sobis, Jorge Machado, mantiveram contato frequente a fim de encaminhar a transferência. O Timão confia na boa vontade dos cariocas, já que garantiu facilitar a saída do meia Rodriguinho por empréstimo sem custos até o fim deste ano. A ida do meia foi tratada de forma separada e está praticamente resolvida.

Uma questão interna do Flu também tem travado a negociação. O técnico recém-contratado Cristovão Borges pediu à diretoria que o atacante seja mantido. A Unimed, patrocinadora principal e em relação conflituosa com o clube nos últimos tempos, é favorável ao negócio, uma vez que ela banca os salários de Sobis, que seriam pagos a partir de então pelo Corinthians.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Esportes

Loading...