Conteúdo por Gazeta Esportiva

Dívidas, Canindé em risco e sem divisão: Portuguesa faz 99 anos agonizando

Torcida se tornou o principal patrimônio da Portuguesa (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

Enquanto isso, o Canindé vai abrigando mais shows, baladas e até cultos evangélicos do que partidas de futebol. A casa da Portuguesa, aliás, já foi para dois leilões por causa de dívidas, mas a divisão do terreno com a prefeitura afasta qualquer comprador.

Dentro de campo, a Lusa não dá demonstrações de que pode fugir desse buraco. Sem disputar qualquer divisão do Campeonato Brasileiro desde 2017, o clube deve encerrar sua temporada já em agosto, quando termina a primeira fase da Copa Paulista.

Ocupando a penúltima e quinta posição do Grupo 3 do torneio que dá ao campeão uma vaga na Copa do Brasil ou na quarta divisão nacional, a Portuguesa precisa vencer o clássico com o líder Juventus, neste domingo, para seguir sonhando com uma classificação.

Diante desse cenário, o time fundado por portugueses agoniza, mas se apoia em seu principal patrimônio, a torcida, para resistir a um cenário tenebroso e alcançar ao menos o centenário.

Futebol