Douglas elogia técnico Alberto Valentim: “Trabalho bom, um trabalho inovador”

Contratado há três meses para ser a grande estrela do Avaí no retorno à Série A, o meia Douglas ainda não conseguiu engrenar no Leão da Ilha. Após sofrer uma lesão em sua estreia no campeonato estadual, Douglas realizou apenas quatro partidas pelo clube, sem nunca ter atuado os 90 minutos. Foram três partidas pelo Brasileirão e uma pelo estadual.

Meia Douglas concedeu entrevista coletiva após o treinamento desta sexta-feira em Águas Mornas – Reprodução/TV Avaí

Com a chegada do técnico Alberto Valentim, o meia de 37 anos pode ganhar vida nova no clube. Nos primeiros treinamentos comandados na intertemporada, em Águas Mornas, o meia foi testado na equipe titular, formando o meio-campo ao lado de Matheus Barbosa, João Paulo e Gegê.

Nesta sexta-feira (28) após o treinamento, Douglas concedeu entrevista coletiva e elogiou o trabalho do novo treinador. O meia afirmou que Valentim é um treinador jovem, que traz novas filosofias e um trabalho inovador para a equipe.

Ainda disse que a troca de comando deu uma reanimada no grupo, pois agora a disputa de posições está aberta, sem titulares e reservas. Também elogiou os treinamentos com pouca duração, mas com intensidade muito alta.

Leia também:

Douglas ainda comentou sobre o problema com as recentes lesões e destacou a importância do período de treinamentos.

“Nesse período que eu cheguei tive a lesão e isso atrapalhou para ter uma sequência, eu entrei pouco nos jogos. Era uma escolha do treinador e eu sempre respeitei isso. Agora estamos recomeçando e tendo esse tempo para trabalhar, eu acho que consigo retomar um pouco do ritmo e um pouco da força”.

O meia ainda disse que a equipe precisa ter tranquilidade para conseguir sair do Z-4 e fugir da zona de rebaixamento. “Temos que ter tranquilidade, estar focados nos jogos e treinamento. Temos a qualidade necessária para tocar a bola e vencer os jogos, cabe aos jogadores reverter a situação. Quero aproveitar bem esse período para me dedicar nos treinamentos e estar entre os 11”.

Mais conteúdo sobre

Futebol