Conteúdo por Gazeta Esportiva

Dudamel elogia Venezuela e espera mais na Copa América

Atualizado

Depois de bater a Bolívia por 3 a 1, neste sábado, e confirmar a classificação para a próxima fase, o treinador da Venezuela, Rafael Dudamel avaliou o desempenho de sua equipe, e previu uma seleção forte até o final da competição.

“A cada dia estamos mostrando um futebol mais completo. Temos que continuar nessa linha. Não vamos fazer nada de novo, viemos jogando jogo a jogo, observando cada adversário. Agora precisamos mudar menos e poder pensar, continuar aspirando uma boa competição. Claro que a gente sabe que é difícil, mas temos méritos e viemos para jogar os seis jogos”, disse em entrevista coletiva depois da partida.

Passado os elogios a sua equipe, Dudamel fez duras críticas aos convites da Conmebol para as seleções estrangeiras. Segundo o treinador da Vinotinto, houve desrespeito por parte do Japão, que participa da competição com um time praticamente de idade olímpica.

“A Copa América deve ser da Conmebol, com seleções sul-americanas. Não concordo com os convidados, como o Japão, que participa com uma equipe sub-23. Inclusive acho que faltaram com respeito à competição”, reclamou.

Na partida deste sábado, no Mineirão, os venezuelanos contaram com o apoio de refugiados, presentes nas arquibancadas. Dudamel agradeceu à torcida.

“Por uma ou outra razão, são venezuelanos que estão espalhados. Nós recompensamos, retribuímos, com gols e a vitória. Hoje eles saem com a vitória da Vinho Tinto, agradeço a eles e vamos continuar na competição, querendo que eles continuem tendo os melhores momentos”, declarou o treinador.

Copa América